Carlos Eduardo Honorato empreende uma construção de grande porte na Alameda dos Buritis, em frente à sede da Assembleia Legislativa de Goiás: um hotel de 12 andares. Executivo eficiente e atilado, Carlos Eduardo é mencionado, na Operação Lava Jato, como o operador do ex-prefeito de Goiânia Maguito Vilela e do deputado federal Daniel Vilela junto à Odebrecht.