Chapinha para deputado federal em Goiás terá PHS, PMN, PTC e PEN

yyO presidente nacional do PHS, Eduardo Machado, trabalhou, árdua e habilidosamente, para formar aquela que ficou conhecida como Chapinha: a união de alguns partidos para fazer uma chapa consistente para deputado federal. Houve um momento em que se pensava que a Chapinha não iria sair das ideias e do papel. Mas na quarta-feira, 25, ela se tornou realidade — unindo PHS, PMN, PTC e PEN.

O PHS vai lançar 29 nomes — entre eles Eduardo Machado e Edivaldo da Cosmed. O PEN banca 10 nomes, como Alfredo Bambu. O PMN terá um candidato — Walter Paulo. O PTC colocará 10 políticos na disputa.

Eduardo Machado diz que, se cada candidato (são 50 candidatos ao todo) obtiver 3 mil votos, a Chapinha elegerá um deputado federal. Porém, se cada candidato conquistar 6 mil votos, o grupo poderá eleger dois deputados federais. O líder do PHS afirma que alguns dos candidatos deverão ter votação superior a 30 mil votos. “Logo, teremos pelo menos dois deputados federais. É a nossa aposta.”

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.