Carlos Veículos afirma que vai disputar Prefeitura de Goianésia pelo Patriota ou pelo PSD

O empresário diz que seus adversários devem ser Renato de Castro, Marco Antônio e, talvez, Carlos do Itapuan

Carlos Veículos: diz que vai disputar mandato de prefeito, não de vereador | Foto: Facebook

“Sou pré-candidato a prefeito de Goianésia”, afirma o empresário Carlos Veículos — eleito vice-prefeito na chapa do prefeito Renato de Castro (MDB), em 2016 (os dois romperam politicamente). “O que falta definir mesmo é o partido pelo qual vou disputar. Há 50% de chances de disputar pelo Patriota. Porque sou amigo do presidente do partido, Jorcelino Braga, e ele tem o hábito de cumprir aquilo que acorda com seus parceiros políticos. Mas também há 50% de chances de disputar pelo PSD. Por dois motivos. Primeiro, por causa da história positiva do ex-deputado federal Vilmar Rocha. Segundo, porque, com a filiação do senador Vanderlan Cardoso, o partido ganhou mais musculatura. E, claro, admiro tanto a trajetória empresarial quanto política de Vanderlan.”

Quanto aos comentários de que pode trocar a disputa da prefeitura por uma vaga na Câmara Municipal, Carlos Veículos é enfático: “Tal história nunca saiu de minha boca”. Ele admite, porém, que há pessoas que dizem isto. “Mas não eu.”

Indagado pelo Jornal Opção sobre quais candidatos realmente devem disputar o pleito, Carlos Veículos frisa: “Eu, o prefeito Renato de Castro, o delegado Marco Antônio Maia e, possivelmente, o Carlos do Itapuan”.

Sobre Marco Antônio, o pré-candidato do PSDB, o empresário acrescenta: “Vamos ver se vai até o fim”. A especulação procede. Porque o PSDB tem pesquisa que sinaliza que o candidato mais competitivo do grupo não é o policial, e sim o empresário Otavinho Lage. Mas este insiste que não será candidato. Se Renato de Castro deslanchar, em aferição de pesquisas, Marco Antônio será trocado? Carlos Veículos frisa que não é a seara dele. O problema é do PSDB.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.