O deputado federal caiu nas graças do eleitorado mais à direita e o político goiano retomou projeto de disputar o governo de Goiás

Bolsonaro e Caiado | Fotos: Zeca Ribeiro e André Correa

Há espaço, na política nacional, para um político dos quadros da direita, ainda que os direitistas mais articulados, como o deputado federal Jair Bolso­na­ro e o senador Ronaldo Caiado, do DEM, sejam espécies de outsiders, e não de líderes partidários ou de movimentos organizados.

Entretanto, o espaço para um político de direta está sendo ocupado, cada vez mais, por Jair Bolsonaro, que acabou por rifar Ronaldo Caiado. Embora seja um político experiente, o senador goiano não tem a verve e a presença de espírito do parlamentar do Rio de Janeiro.
Ao contrário de Ronaldo Caiado, que não tem seguidores, Jair Bolsonaro está caindo nas graças dos eleitores que apoiam políticos da direita.

Enquanto Jair Bolsonaro ganha o palco nacional, como uma direita viável e firme, resta a Ronaldo Caiado a disputa do governo de Goiás, sua principal pretensão, ou então se tornar um ator coadjuvante na campanha do pré-candidato do PMDB ao governo, deputado federal Daniel Vilela.