Bolsonaro pode ficar sem partido no momento: TSE não autorizará assinatura por biometria

Mas o TSE permitirá que coleta de apoiamentos de eleitores pra a criação de um partido seja feita por assinatura eletrônica, mediante certificação digital

Reportagem de Carolina Brígido, de “O Globo”, informa que “o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve permitir nesta terça-feira [26] que a coleta de apoiamentos de eleitores para a criação de um partido seja feita por assinatura eletrônica, mediante certificação digital, segundo dois ministros ouvidos pelo GLOBO. O caminho livre para esse mecanismo, no entanto, não deve resolver o problema do presidente Jair Bolsonaro para criar o Aliança pelo Brasil a tempo das eleições de 2020. Isso porque seus apoiadores desistiram desse sistema por considerá-lo inviável pelo preço. O plano B da sigla de Bolsonaro, o uso da biometria para validar os apoios, também está longe de virar realidade. Reservadamente, ministros duvidam que a Corte autorize a nova regra”.

Jair Bolsonaro, presidente: Aliança pelo Brasil pode não sair para a disputa de 2020

O advogado Ademar Gonzaga, secretário-geral do partido, frisa que “fizeram confusão. Vamos fazer um pedido ao TSE para usar a biometria na criação do partido. Porque seria possível fazer o batimento com os dados do eleitor já cadastrado na Justiça Eleitoral”.

O presidente Jair Bolsonaro mostrou-se otimista, na semana passada: “Terça ou quarta, está prevista a (votação da) coleta ou não eletrônica, se for positivo (o resultado), eu formo em um mês o partido. Se não for, vai demorar aí alguns meses, longos meses”.

Um partido político só pode ser criado com a conquista de 491 assinaturas de apoio em pelo menos nove Estados. “Em cada um, o apoio deve corresponder a 0,1% dos votos para a Câmara em 2018. É justamente essa etapa que aliados do presidente Jair Bolsonaro pretendem ‘digitalizar’ para que seja possível ter as assinaturas a tempo de participar das eleições de 2020”, sublinha “O Globo”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.