Bolsonaro e Delegado Waldir vão trabalhar para eleger Gugu Nader em Itumbiara

O prefeito Zé Antônio está desgastado. Mas o DEM tem um político consistente, o empresário Dione Araújo

Zé Gomes e Gugu Nader: o vice-prefeito é o verdadeiro herdeiro, em termos de popularidade, do prefeito que foi morto em 2016 | Foto: Reprodução

Costuma-se dizer que há três tipos de eleitores em Itumbiara. O primeiro fala mal do prefeito José Antônio da Silva Netto (PTB), o Zé Antônio, de manhã. O segundo fala mal do alcaide à tarde. O terceiro fala mal do gestor municipal à noite. E de madrugada? Descansam a língua para falar mal no dia seguinte.

Gugu Nader, José Antônio e Dione Araújo: os três devem terçar forças em 2020

Já o vice-prefeito, Rubens Augusto Nader, conhecido como Gugu Nader (PSL), é tão popular que as pessoas dizem que, quando começam a falar, algumas crianças dizem não “mamãe” e “papai”, e sim “Gugu”. Brincadeira à parte, Gugu Nader, recém-filiado ao PSL do deputado federal Delegado Waldir Soares, é o favorito para a disputa da prefeitura em 2020.

Deputado federal Delegado Waldir Soares e o presidente Jair Bolsonaro querem Gugu Nader na Prefeitura de Itumbiara | Foto: Reprodução

O prefeito Zé Antônio está cada vez mais isolado, em guerra contra moinhos de vento — comporta-se como Quixote e, às vezes, como Sancho Pança —, e pode até mesmo não disputar a reeleição. Se a eleição fosse realizada hoje, é provável que ficasse em terceiro lugar — atrás de Gugu Nader e de Dione Araújo, o provável candidato do DEM e empresário respeitado na cidade.

Tido como pule de dez, Gugu Nader é ligado ao Delegado Waldir, que promete levar o presidente Jair Bolsonaro a Itumbiara para apoiar o candidato a prefeito pelo PSL. O deputado, líder do PSL na Câmara dos Deputados, é respeitado pelo chefe do Poder Executivo nacional. Tanto que, aos poucos, começa a contribuir com o município.

Por ser popular, não há como Gugu Nader ser discreto. Mas ele tem procurado não atacar Zé Antônio. Pelo contrário, trabalha pelo bem da cidade, à revelia do prefeito. Como diz um aliado de Ronaldo Caiado, nem é preciso fazer oposição ao prefeito. Porque ele, descuidando-se da cidade e dos eleitores, é sua própria oposição.

Um ex-senador, inquirido sobre uma palavra para definir Zé Antônio, tascou: “Arrogante”. Pois, na política, os arrogantes têm vida curta, sobretudo para cargos executivos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.