Após ano de ajustes, gestão de Wilton em Posse deslancha

Prefeito de Posse | Foto: divulgação

Depois de um ano marcado por dificuldades financeiras e pela superação da herança deixada pela gestão anterior, a administração do prefeito de Posse, Wilton Barbosa (PSDB), começa a deslanchar. A prefeitura do município, que fica na região Nordeste do Estado, iniciou um grande programas de obras – notadamente nas áreas da Saúde e da Educação. Wilton afirma que o investimento é possível não só graças ao saneamento das contas públicas, mas pelas parcerias que conseguiu firmar com o governo Marconi Perillo (PSDB).

O carro-chefe deste programa é a ampliação do hospital municipal, que deve ser concluída em até 180 dias. Custou R$ 862,2 mil e está sendo executada com recursos do estado (via Goiás Mais Competitivo) e do município. A previsão era de que esta obra fosse custar R$ 1 milhão, mas a prefeitura conseguiu economizar. Hoje, o hospital conta com 52 leitos. Depois da obra, serão, 72. A capacidade de atendimento vai aumentar em 30%.

Além do investimento na estrutura física, o expediente de funcionamento do Hospital Municipal também será informatizado. Em equipamentos novos, o investimento foi de pouco mais de R$ 1 milhão (parte disso em função emendas do deputado federal Giuseppe Vecci e da senadora Lúcia Vânia). Outros R$ 154 foram destinados ao aparcelamento do laboratório.

Também com recursos do município está sendo construída na quadra poliesportiva do setor Santa Luzia – cujo projeto foi lançado pelo prefeito anterior, mas nunca executado – e a operação de tapa buracos, fundamental no período de chuvas, que aplicará pelo menos 400 toneladas de massa asfáltica nos próximos 30 dias.

O último importante alicerce deste programa de obras é a recuperação dos Centros Municipais de Ensino Infantil (CMEIs). O pontapé inicial foi dado com as unidades Casinha Feliz e Gotinha Mágica. O dinheiro para as reformas saiu do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, graças a articulações do prefeito Wilton com o governo federal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.