Flávio Buonaduce: a renovação que chega por intermédio da tradição| Foto: Fernando Leite / Jornal Opção
Flávio Buonaduce: a renovação que chega por intermédio da tradição| Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

As eleições deste ano para a Ordem dos Advogados do Brasil-Seção de Goiás prometem ser as mais quentes da história. O clima eleitoral — o pleito será em 27 de novembro — já é acirrado entre os quatro pretendentes: o representante da OAB Forte, Flávio Buonaduce; o candidato da velha oposição, Lúcio Flávio; o nome lançado pelo continuísmo, o presidente Enil Henrique; e o “independente”, o ex-desembargador Paulo Telles.

No ambiente de troca de ataques que já se instalou, é interessante observar o perfil conciliador e propositivo do advogado Buonaduce, um “gentleman”, que sabe focar o seu discurso na apresentação de ideias e “colher” sugestões para o seu plano de gestão. Ele conseguiu se posicionar com um perfil de renovação da tradicional OAB Forte, que é o grupo de construiu a OAB-GO e a tornou atuante tanto na defesa da advocacia como também dona de um patrimônio considerável em Goiânia e em todo o Estado, no caso das sedes próprias das subseções.

Jovem, Buonaduce é o novo experiente que traz a marca do conhecimento profundo que tem sobre a Ordem (ocupou cargos importantes na sua estrutura) e por isso recebe dos seus apoiadores uma definição que diz tudo: significa “segurança” para o futuro da entidade.