Aliado diz que Janayna Wolpp não é a candidata bancada pelo prefeito Roberto Silva

A vereadora é ligada à Assembleia de Deus e adotou medidas moralizadoras na Câmara Municipal, afirma aliado

Janayna Wolpp: vereadora e pré-candidata a prefeita de Itaberaí pelo PSC | Foto: Divulgação

A disputa em Itaberaí será entre dois grupos — o liderado pelo ex-deputado Jean Carlo e Wellington Baiano contra o grupo liderado pela vereadora Janayna Wolpp Lúcio. Será uma guerra.

O grupo de Jean Carlo (PSDB) e Baiano bancou, inicialmente, Adriano Baiano, irmão do segundo. Mas ele recuou. Agora, o mais cotado é o produtor rural João Miguel, irmão de Wellington e Adriano Baiano. Há quem aposte que, no final do processo, o postulante pode ser Jean Carlo — o político local mais ligado ao poderoso empresário José Garrote.

Aos aliados, Jean Carlo frisa que não será candidato em 2020, só em 2022 — a deputado estadual ou federal.

O PSC vai bancar Janayna Wolpp. Um aliado disse ao Jornal Opção que a vereadora não é crente radical, pois pertence à Assembleia de Deus, uma das igrejas mais moderadas e respeitadas do campo evangélico. “Advogada, é uma política centrada. Nilton, o pai dela, não tem cargo na prefeitura. Ele foi vice-prefeito da gestão de Wellington Baiano. Quando Baiano foi afastado, ele assumiu. Tampouco Janayna é a candidata do prefeito Roberto Silva. Até porque ele não deve participar do processo eleitoral, dado o desgaste político”, afirma o aliado.

“Janayna articula a maior coligação da eleição deste ano. Ela é séria e, como presidente da Câmara, adotou medidas moralizadores, o que, claro, não agradou alguns”, afirma o aliado da vereadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.