Um aliado de Sandro Mabel diz que o deputado “dispensou” o marqueteiro Dimas Thomas porque ele revelou “pouca criatividade” no primeiro turno. “Como bancar, para o segundo turno, um marqueteiro que não fez um marketing convincente e agressivo para melhorar os índices de nosso candidato?” O mabelista sugere que é mais “reclameiro” do que marqueteiro. “Dimas passava o tempo inteiro reclamando, sem entender que a campanha de Iris era modesta.”

Dimas reclamou do PMDB numa rede social. Uma amiga garante que sofreu um calote de pelo menos 500 mil reais. O mabelista contesta: “Não devemos nada a Dimas Thomas. Ele recebeu, imerecidamente, muito dinheiro”.