Ele afirma que não aprecia deixar a Prefeitura de Belo Horizonte no meio do mandato

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), lidera as pesquisas de intenção de voto para governador de Minas Gerais. Mas pode acabar não disputando. Ele disse a dois políticos goianos que não condena os políticos que abandonam cargos no meio da gestão. Mas que não se sentiria bem fazendo o mesmo. Portanto, seu projeto é terminar o mandato, em 2020, e, em 2021 e 2022, percorrer o Estado apresentando suas ideias e, em seguida, disputar o governo… em 2022.

Resta saber se não vai renunciar da renúncia de disputar… Há quem aposte que, na hora agá, Alexandre Kalil será candidato, alegando pressões incontornávies de seus aliados.