22 políticos que devem disputar mandato de deputado estadual pelo Entorno de Brasília

Entre os mais cotados estão Hildo do Candango, Giovanne Machado, Marcelo Melo, Tião Caroço, Professor Zenilton, Wilson do Tullio e Sônia Chaves

O Entorno de Brasília tende a lançar mais de 30 políticos para deputado estadual na eleição de 2022 — que será realizada daqui a um ano, nove meses e 25 dias. Com a ajuda de líderes partidários e jornalistas da região, o Jornal Opção elaborou uma lista com 22 nomes. De cara, as fontes disseram: pode ser que alguns não disputem e que pelo menos um deles acabe optando pela disputa de deputado federal — casos do prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango (PTB), popularíssimo, e do prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (Progressistas). Há também a possibilidade de, na última hora, surgir novos nomes — e até, às vezes, mais consistentes. O Entorno do Distrito Federal costuma surpreender com nomes novos, como Diego Sorgatto (na verdade, reeleito), do Democratas, e Wilde Campão, eleitos para a Assembleia Legislativa em 2018.

A lista a seguir é básica e novos nomes poderão ser incluídos, assim que os postulantes se manifestarem (basta procurar a redação). O jornal esclarece que o rol está disposto em ordem alfabética, e não de favoritismo.

1
Alex Batista/MDB

Alex Batista: ex-prefeito de Cidade Ocidental | Foto: Reprodução

Foi candidato a prefeito de Cidade Ocidental e perdeu para o prefeito Fábio Corrêa. Mas obteve 31,54% dos votos válidos, o que significa que tem cacife eleitoral. Se disputar, será bancado, politicamente, pelo deputado federal Célio Silveira, do PSDB (a caminho do MDB, sobretudo, ou do Democratas).

2
Carlinhos do Egito/PROS

Carlinhos do Egito: político em Planaltina de Goiás | Foto: Facebook

Foi candidato a prefeito de Planaltina de Goiás, quase na prorrogação, e, apesar da estrutura gigante, ficou em terceiro lugar. Mas a eleição foi intensamente disputada. O prefeito eleito, Delegado Cristiomário (PSL), recebeu 33,24% dos votos. O segundo colocado, Professor Zenilton, do PL, obteve 32,21%. Carlinhos do Egito conquistou 32,12%. Pode-se sugerir que a vitória do postulante do PSL se deu por um beicinho de pulga. Portanto, com o possível apoio de Eurípedes Júnior, o capo do PROS no Brasil, o empresário Carlinhos do Egito tende a ser candidato a deputado estadual.

3
Christovam Machado/PRTB

Christovam Machado é vereador em Novo Gama | Foto: Facebook

O vereador disputou a prefeitura de Novo Gama e obteve 15,95% dos votos, ficando em terceiro lugar. Mas se cacifou para a disputa de 2022. O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o apoiou.

4
Osório Fernando/PSC

Dr. Osório Fernando de Sousa: político em Cristalina | Foto: Facebook

O Dr. Osório Fernando de Sousa ficou em segundo lugar na disputa pela Prefeitura de Cristalina, surpreendendo o ex-prefeito Luiz Carlos Attié (Podemos), que ficou em terceiro lugar. (Daniel do Sindicato, do Democratas, foi reeleito.) O vereador tem 38 anos e é apontado como um político arrojado.

5
Eládio Carneiro/PSL

Eládio Carneiro: advogado atuante em Luziânia | Foto: Divulgação

Advogado conceituado, político de histórico positivo, Eládio Carneiro foi vice da candidata a prefeita pelo Podemos, Professora Edna Aparecida, que ficou em terceiro lugar. É uma das principais apostas do PSL no Entorno de Brasília.

6
Eles Reis/PP

Eles Reis: ex-prefeito de Planaltina | Foto: Reprodução

Não definiu seu projeto. Mas, se conquistar o apoio do prefeito eleito de Planaltina de Goiás, Delegado Cristiomário, do PSL, pode disputar mandato de deputado estadual. A ressalta é que o PSL planeja bancar candidatos do partido.

7
Jean Eustáquio/DEM

Jean Eustáquio: campeão de votos pra vereador em Cristalina | Foto: Facebook

Foi eleito vereador em Cristalina com a maior votação no pleito deste ano. Conta com o apoio do prefeito Daniel do Sindicato. Há também a possibilidade de, no lugar de Jean Eustáquio, o prefeito bancar o produtor rural Rosivaldo Pelota, do Democratas.

8
Giovanne Machado/PTB

Giovanne Machado: vereador em Águas Lindas | Foto: Reprodução

Era cotado para disputar a Prefeitura de Águas Lindas, mas foi barrado. Acabou sendo eleito o vereador mais votado desta eleição. É um nome forte.

9
Hildo do Candango/PTB

Hildo do Candango: prefeito de Águas Lindas | Foto: Ascom

O prefeito de Águas Lindas é popularíssimo e pode disputar mandato tanto de deputado federal quanto de deputado estadual. Frise-se que o município tem quase 100 mil eleitores.

10
José Antônio/MDB

Zé Antônio: presidente da Câmara de Valparaíso | Foto: Reprodução

O presidente da Câmara de Valparaíso, Zé Antônio, é apontado como um candidato forte. Porém, se for reeleito, poderá abrir mão para Plácido Cunha disputar mandato na Assembleia Legislativa. Os dois são aliados do prefeito Pábio Mossoró e um deles irá para a disputa como o anti-Lêda Borges.

11
Lêda Borges/PSDB

Lêda Borges: deputada estadual | Foto: Divulgação

Lêda Borges sofreu uma derrota vexatória na disputa pela Prefeitura de Valparaíso, obtendo apenas 36,14% (o que sinaliza para uma rejeição altíssima). O prefeito Pábio Mossoró, do MDB, conquistou 51,40% dos votos válidos. Como estava disposta a abandonar o cargo de deputada estadual, a tucana terá dificuldade de conquistar apoio para a reeleição. “Lêda é candidata ao ‘cargo’ de ex-deputada”, satirizam populares.

12
Luiz Carlos Attié/Podemos

Luiz Carlos Attié: político de Cristalina| Foto: Jornal Opção

O empresário disputou a Prefeitura de Cristalina e ficou em terceiro lugar, com apenas 14,10% dos votos válidos. Mas continua um nome forte para deputado estadual. Há quem aposte que pode ir a deputado federal.

13
Marcelo Melo/DEM

Marcelo Melo: ex-deputado federal | Fernando Leite/Jornal Opção

O ex-deputado federal é altamente cotado para deputado estadual. Deve ser bancado pelo prefeito eleito de Luziânia, Diego Sorgatto, que quer ter representantes na Câmara Federal (Célio Silveira) e na Assembleia Legislativa de Goiás (Marcelo Melo). É um político que tem prestígio no Entorno de Brasília.

14
Marcus Vinícius/MDB

Marcus Vinícius: político em Valparaíso | Foto: Reprodução

A tendência é que o grupo de Pábio Mossoró banque apenas um candidato a deputado estadual. Porque, se bancar dois, a possibilidade de nenhum ser eleito é alta. O advogado Marcos Vinicius foi vereador e é ligado ao prefeito.

15
Maria Yvelonia/Republicanos

Maria Yvelonia: política em Valparaíso de Goiás | Foto: Reprodução

A deputada Lêda Borges já teria mandado um recado: não quer Maria Yvelonia como candidata a deputada estadual em 2022. Mas o Republicanos, que não obedece ordens da parlamentar, pode bancá-la para a Assembleia Legislativa. O único desgaste da líder do Republicanos advém do fato de ter sido vice de Lêda Borges na disputa de 2020. Se disputar, dada a rejeição da ex-candidata a prefeita, tende a ter mais votos do que a parlamentar.

16
Professor Zenilton/PL

Professor Zenilton: nome forte de Planaltina de Goiás | Foto: Facebook

Com uma estrutura mínima, Zenilton Neres da Costa obteve uma votação extraordinária e ficou em segundo lugar na disputa pela Prefeitura de Planaltina. A diferença de votos entre o professor e o prefeito eleito, Delegado Cristiomário, foi de apenas 417 votos.

17
Rafael Pareja/PSL

Rafael Pareja: delegado da Polícia Civil | Foto: Youtube

O delegado de Polícia Civil tende a ser uma das apostas do PSL do Delegado Waldir Soares, presidente estadual do partido. Ele trabalha em Valparaíso, mas sua principal base eleitoral fica em Cristalina.

18
Sargento Godoy/Democratas

Sargento Godoy: político em Águas Lindas | Foto: Reprodução

Foi vice do derrotado Wilson do Tullio (Democratas) na disputa pela Prefeitura de Águas Lindas. É cotado para a disputa e é apontado como popular.

19
Sônia Chaves/PSDB

Sônia Chaves: prefeita de Novo Gama | Foto: Facebook

A prefeita de Nova Gama não foi reeleita. Mas é uma política com forte apelo popular e pode disputar mandato de deputada estadual (já foi parlamentar). A tendência é que troque o PSDB pelo MDB. É aliada do deputado Célio Silveira.

20
Tião Caroço/PSDB

Tião Caroço: deputado estadual | Foto: Alego

O candidato do deputado estadual a prefeito de Formosa, Paulinho Araújo (Progressistas), ficou em quarto lugar, com bisonhos 10,40% dos votos válidos. Mas Tião Caroço é considerado um candidato consistente. Um parlamentar garante que pretende ser secretário de Desenvolvimento Social ou de Segurança Pública do governo de Goiás.

21
Wilde Cambão/PSD

Wilde Cambão, deputado estadual pelo PSD | Foto: Denise Xavier/ Ascom

O deputado estadual planeja ser candidato à reeleição. Mas seu projeto está subordinado ao do prefeito Cristóvão Tormin, do Progressistas. Se Tormin disputar mandato de deputado federal, Cambão irá à reeleição. Porém, se o prefeito optar pela disputa à Assembleia Legislativa, o líder do PSD terá de se contentar com a função de cabo eleitoral.

22
Wilson do Tullio

Wilson do Tullio: cacifado para a disputa de 2022 | Foto: Divulgação

Uma coisa é certa: Wilson do Túlio, do Democratas, deve ser candidato a prefeito de Águas Lindas em 2024. Bancado por Marco Tullio, o garoto de 21 anos chegou perto de ganhar. Dr. Lucas da Santa Mônica, do Podemos, venceu com uma diferença de 35 votos. Para se consolidar politicamente, Wilson do Tullio pode ser candidato a deputado estadual. A cidade conta com quase 100 mil eleitores e tem condições de eleger pelo menos um parlamentar. Mas Lucas Antonietti também deve bancar um candidato, a ser definido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.