O Partido Verde (PV) revelou o nome da advogada Mariane Stival como sua pré-candidata à Prefeitura de Anápolis. No pleito de 2020, ela concorreu ao cargo de vereadora, conquistando pouco mais de mil votos. Essa pré-candidatura esbarra na federação formada pelo PV, pelo PCdoB e pelo PT. O Partido dos Trabalhadores já oficializou a pré-candidatura do ex-prefeito e deputado estadual Antônio Gomide, líder nas pesquisas recentes no município. Perguntada sobre isso, a Mariane afirmou que a sigla está avaliando a questão.

Em entrevista ao Jornal Opção, a advogada internacionalista explicou que aceitou esse desafio político em Anápolis porque entende a importância das mulheres assumirem papéis de protagonismo na política e defende que deve haver uma renovação na política local. Além de sua atuação acadêmica, a entrevistada revelou sua paixão pela política, enraizada desde a infância ao observar seu avô, ex-prefeito de Firminópolis. Participando de campanhas classistas dentro da OAB desde sua formação, Mariane contou que se aventurou na política partidária efetivamente nas últimas eleições.

“Na época (2020) meu pai tinha a intenção de se candidatar, mas devido a problemas de saúde, eu acabei me envolvendo diretamente. Fui convidada de última hora para ser candidata a vereadora e aceitei o desafio. Fiz uma campanha em meio à pandemia, enfrentando diversas limitações”, lembrou. “Na candidatura passada, levantei e levando a bandeira das mulheres e da defesa da comunidade LGBTQIA+, bem como na garantia dos direitos de todos”, finalizou.