Morre dom Tomás Balduíno

Dom Tomás Balduíno: morte aos 91 anos, depois de uma vida dedicada à Igreja e aos excluídos da sociedade / Foto: Valter Campanato/ABR

Dom Tomás Balduíno: morte aos 91 anos, depois de uma vida dedicada à Igreja e aos excluídos da sociedade / Foto: Valter Campanato/ABR

Depois de várias complicações de saúde — ele lutava contra um câncer e também tinha problemas cardíacos — o bispo emérito da cidade de Goiás, dom Tomás Balduíno, morreu no fim da noite da sexta-feira, 2, aos 91 anos, no Hospital Neurológico de Goiânia, onde estava internado havia três semanas.

Desde o ano passado a situação de dom Tomás estava complicada em termos de saúde: ele ficou no hospital Pio XI, em Ceres, e depois veio para a capital para tratar de questões cardíacas e de um tumor na próstata. Chegou a ficar por alguns dias na unidade de terapia intensiva UTI, mas depois foi liberado.

Por último, dom Tomás sofreu uma tromboembolia pulmonar por incompatibilidade de medicamentos contra o câncer e o marcapasso que usava. Passou mais de dez dias no Hospital Anis Rassi e, logo depois de deixar a unidade, teve novamente de ser levado para internação, mas no Neurológico onde ficou por uma semana.

Nascido na cidade de Goiás, dom Tomás foi ordenado em 1948. Foi professor de filosofia em Uberaba (MG) e prelado em Conceição do Araguaia (PA), onde ficou de 1956 a 1964, assumindo a causa indígena. Foi ordenado bispo da Diocese de Goiás em 1967, posto que ocupou até 1998, quando renunciou por questão de idade.

Dom Tomás deixou um legado social extenso para a Igreja Católica, bem como admiradores dentro e fora do âmbito religioso.

Prefeita demite secretários em Bela Vista

A cidade de Bela Vista de Goiás está passando por um momento de turbulência. A informação é que o prefeito Eurípedes José do Carmo (PSC) saiu em viagem por 30 dias. Para isso, ele teria que transferir legalmente o cargo para a vice-prefeita Nárcia Kelly (PR). No entanto, isso não ocorreu. Cogita-se que ele estaria em uma viagem ao exterior, em local desconhecido. Nárcia assumiu interinamente e de forma improvisada a prefeitura no domingo (27/4) à noite. Dentre as consequências dessas movimentações estão a demissão dos secretários de Finanças e Planejamento, Milton Pires de Jesus, e de Administração, Vanderlan Celso e Silva, além do Procurador-geral do Município Lucas Fernandes de Andrade. Eles foram demitidos por terem estimulado o pedido de demissão de 90 servidores comissionados.

Iris teria feito  jogada política

O ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB) anunciou na terça-feira, 29, que está oficialmente fora da disputa pelo governo do Estado. O líder peemedebista abriu espaço para Júnior Friboi concorrer ao Executivo estadual. O vereador Mizair Lemes, presidente do diretório municipal, afirmou ser jogada política e que “tudo é possível” até a data oficia de escolha do candidato, em junho. Já o deputado estadual Francisco Gedda (PTN) discorda de Lemes e disse: “Uma pessoa com o histórico de Iris Rezende não se prestaria a um papel deste. A escolha de candidato ao governo do PMDB é página virada”. O ex-deputado José Nelto reiterou que o motivo da saída de Iris foi para não dividir o partido em convenção e que não há volta em sua decisão. “O futuro do partido está nas mãos de Friboi”, disse.

Oposição quer acionar Dilma na Justiça

Após pronunciamento oficial da presidente Dilma Rousseff ao Dia do Trabalhador, na quinta-feira, 1º, com proposta de melhorias as pessoas de baixa renda e outros benefícios, PSDB e DEM ameaçaram ingressar com ação contra a petista por propaganda antecipada. Se o fizerem a ação deve correr no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O pacote de benefícios anunciados pesará nas contas públicas. A correção em 4,5% na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, em 2015, e o reajuste de 10% nos benefícios do programa Bolsa Família somam R$ 9 bilhões no Orça­mento até o final de 2015. O Bolsa Família, mesmo reajustado, não irá repor as perdas com a inflação. O PSDB criticou o anúncio e conclui, em análise, a necessidade do reajuste ser três vezes maior para valer como aumento aos beneficiados.

Maduro acusa Estados Unidos

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou na quinta-feira, 1º, o governo dos Estados Unidos de voltar a conspirar contra Caracas. O presidente condenou a “ingerência grosseira e insolente” nos diálogos com a oposição. “Tenho provas novas da participação de funcionários da Embaixada dos Estados Unidos em conspiração diretamente com os guarimberos – promotores de barricadas e vandalismo —, com os setores que dirigem uma tentativa de golpe de Estado”, afirmou Maduro. Há quase três meses começaram os protestos em várias regiões do país, que deixaram até o momento, pelo menos 42 mortos, mais de 600 feridos e 2.360 pessoas detidas. Segundo ele, o país vive “tempos difíceis”, desde a morte de Hugo Chávez e pediu defesa ao socialismo, pois “é tempo de definições, não de dúvidas”.

Prefeito anuncia novo presidente da Comurg e firma acordo com o Estado

O prefeito Paulo Garcia (PT) nomeou na sexta-feira, 2, um novo titular para presidência da Companhia de Ur­ba­nização de Goiânia (Comurg). Ormando José Pires júnior assume a pasta ocupada, desde 12 de abril, pelo ex-secretário Nelcivone Melo. Or­mando faz parte da equipe que ela­borou o plano de Coleta Se­le­tiva, em Goiânia e a lista dos servidores da Comurg que, em 2013, foram alvo de denúncias de receberem supersalários. Na quarta-feira, 30, o governo de Goiás e a Pre­feitura de Goiânia firmaram um acordo de ajuda do Estado pa­ra a compra de até 30 caminhões coletores de lixo para a capital. O convênio prevê R$ 5,8 milhões de Goiás e R$ 200 mil da gestão municipal. A prefeitura informou, em nota oficial, a assinatura de um contrato emergencial, com dispensa de licitação, para o aluguel de 20 caminhões compactadores para o auxílio na coleta de lixo.

semana.qxd

Deixe um comentário