Suspeita de homofobia: Jovem é encontrado morto em Inhumas

João Antônio Donati, de 18 anos, estava com o pescoço quebrado e a boca cheia de papel

Este slideshow necessita de JavaScript.

O corpo de um jovem foi encontrado na manhã desta desta quarta-feira (10/9) em um terreno baldio em Inhumas, região metropolitana de Goiânia. De acordo com informações da Polícia Civil, João Antônio Donati, de 18 anos, era homossexual e há a suspeita de que o crime tenha sido motivado por homofobia.

O delegado Humberto Teófilo, responsável pelo caso, informou ao Jornal Opção Online que será instaurado um inquérito para apurar as motivações do homicídio. Segundo a família informou aos policiais, João Antônio saiu na manhã da terça-feira (9) e não teria mais voltado para casa. O jovem foi encontrado com o pescoço quebrado e a boca cheia de papel.

As causas do crime já estão sendo investigadas. “Vamos averiguar o caso para sabermos se o crime tem ligação com sentimentos negativos em relação a pessoas homossexuais”, disse Humberto Teófilo.

A Homofobia no Brasil, segundo o Grupo Gay da Bahia (GGB), é um problema constante. Segundo estatísticas compiladas pelo GGB, um homossexual é morto a cada 36 horas no País e cerca de 70% dos casos de assassinatos de pessoas LGBT ficam impunes. Outro dado chama à atenção, sete em cada dez homossexuais brasileiros já sofreram algum tipo de agressão, seja física ou verbal.