Este fim de semana promete ser épico com a realização do maior campeonato de fisiculturismo do mundo, o Mr. Olympia 2023. No Brasil, a empolgação atinge níveis elevados, pois há a perspectiva de uma vitória histórica para o país. A competição também desperta grande expectativa entre os adeptos do fisiculturismo no estado do Acre, que tem se destacado na cena mundial do esporte, principalmente com atletas como Ramon Dino.

O estado do Acre tem conquistado reconhecimento no fisiculturismo, e parte desse destaque é atribuído a atletas locais. Na semana passada, Everson Costta, natural de Plácido de Castro, conquistou o título do Mr. Olympia Brasil na categoria Classic Physique Pro, com apenas 30 anos de idade.

Neste fim de semana, todas as atenções estão voltadas para Ramon Dino, outro destaque do Acre, que tem a chance de ganhar o Mr. Olympia na categoria Classic Physique. Ramon enfrentará competidores de peso, como o canadense Chris Bumstead, atual tetracampeão.

Ramon Dino, nascido em Rio Branco em 1995, teve uma infância marcada pela simplicidade. Seus pais sacrificavam refeições para garantir que ele e seus irmãos não passassem fome. Apesar das dificuldades, o atleta guarda com alegria as lembranças de sua infância.

Na adolescência, Ramon iniciou sua jornada no mundo do fisiculturismo por meio da calistenia, uma atividade física acessível que utiliza apenas o peso corporal. Sua determinação e talento logo o destacaram. Em 2017, aos 22 anos, competiu pela primeira vez no fisiculturismo.

No início, sem patrocinadores, Ramon equilibrava os treinos com seu trabalho autônomo e contava com o apoio de amigos e familiares. A falta de recursos o impedia de consumir a quantidade necessária de proteínas para o desenvolvimento muscular.

Em 2020, a vida de Ramon Dino deu uma guinada quando foi convidado para morar na Mansão Maromba do influenciador Toguro. Lá, ele e outros jovens criavam conteúdo para o YouTube e monetizavam seus canais. A visibilidade conquistada permitiu ao atleta obter seus primeiros patrocinadores e alavancar sua carreira.Além do crescimento muscular, Ramon também encontrou o amor na Mansão Maromba, onde conheceu sua atual esposa, Vitória Viana. O casal tem dois filhos: Ravi, com 2 anos, e Clara, com apenas 6 meses.

Ramon Dino está prestes a participar de sua terceira edição do Mr. Olympia. Em sua estreia em 2021, surpreendeu ao alcançar o quinto lugar. No ano seguinte, superou competidores veteranos e conquistou o segundo lugar, perdendo apenas para Chris Bumstead.

Especialistas do fisiculturismo destacam que o físico de Ramon está no mesmo nível ou até superior ao de Bumstead, com ênfase em seus antebraços. No entanto, as rotinas de poses e coreografias no palco são consideradas seus pontos fracos, que o impediram de alcançar a primeira posição.

Para a edição deste ano, Ramon Dino optou por manter discrição nas redes sociais e evitar postar fotos de seu corpo. Alguns acreditam que, por trás de suas roupas largas, o atleta esconde o físico de um verdadeiro campeão. A expectativa em torno de sua performance no Mr. Olympia 2023 é enorme, e os fãs brasileiros e do Acre aguardam ansiosos para ver se ele pode conquistar o título e fazer história.