Zacharias Calil assume 39º caso de gêmeos siameses

Mãe vem do Espírito Santo e está grávida de 26 semanas

Foto: Divulgação

O médico cirurgião pediátrico Zacharias Calil foi eleito deputado federal pelo Democratas, o que não o impediu de dar continuidade ao seu trabalho na área de saúde. Na tarde desta sexta-feira, 8, ele atendeu, no Hospital Materno Infantil, um caso raro de gêmeos conjugados (siameses) – a mãe está de 26 semanas.

Segundo o médico, os dois irmãos (ambos do século masculino) estão ligados pelo tórax, abdômen e bacia. Destaca-se que este tipo de ocorrência corresponde a apenas 6% no histórico de siameses. Os pais, que vieram do Espírito Santo, preferiram permanecer anônimos. Eles têm uma filha de 15 anos.

“Acredito que Dr. Zacharias vai fazer o que houver de melhor e que Deus ainda pode acrescentar um milagre na vida dos meus filhos”, disse a mãe, que já permanecerá em Goiânia para acompanhamento obstetrício e outros exames até o parto, com ajuda do Estado, o que inclui, além dos trabalhos médicos, hospedagem e alimentação.

Experiência

Este será o 39º caso de Zacharias. Ele explica que os meninos compartilham o fígado, provavelmente o intestino e órgão genital, e podem apresentar alguma complicação cardíaca. “Eles possuem quatro pernas. Me lembra o caso do Arthur e do Heitor, que tinham três”, e foram separados fevereiro de 2015, no Materno Infantil.

Acerca da complexidade, este caso “só perde para aqueles em que a ligação se dá pelo cérebro”, observou o médico. Segundo ele, será necessário acompanhar a evolução da gravidez para que as crianças possam nascer sem muita prematuridade. O médico e parlamentar diz que, pela sua experiência, a gestão chegará no máximo a 35 semanas. “Depois do nascimento, a separação vai depender da evolução. Se tiver fator de risco, fazemos a separação de urgência.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.