Vlogueira Jout Jout participou de iniciativa que convidou sete produtoras de conteúdo de diferentes países para relembrar grandes mulheres da história que se fizeram ouvidas

| Foto: Reprodução YouTube
Em sua página do Facebook, Jout Jout comemorou o convite | Foto: Reprodução YouTube

O YouTube lançou, nesta quarta-feira (2/3), o projeto “100 Anos de Incríveis Mulheres”, que convidou sete vlogueiras de diferentes países para representarem grandes mulheres que se destacaram no último século e se fizeram ouvidas. Entre as selecionas, a brasileira Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, que homenageou Pagu. Os vídeos fazem parte de uma iniciativa de empoderamento feminino criada pela plataforma.

“Ela foi detida por 23 vezes, torturada e ficou presa por cinco anos. Sua arte e convicções a tornaram uma lenda no Brasil e ao redor do mundo”, traz o texto do vídeo ao descrever Patrícia Galvão, a Pagu, símbolo de subversão durante o governo de Getúlio Vargas no Brasil. E lembra ainda uma famosa frase da artista e militante: “Sonhe. Ainda que tenha pesadelos. Sonhe sempre”.

Além de Pagu, também foram lembradas as atrizes Katherine Hepburn e Marilyn Monroe; Madam C. J. Walker, primeira mulher americana a ficar milionária por mérito próprio; a pioneira da aviação Amelia Earhart; e as artistas Yoko Ono e Frida Kahlo.

Segundo o YouTube, o intuito da iniciativa é projetar e empoderar mulheres que criam conteúdo para o site. “Nosso objetivo é incentivar a criação de conteúdo dirigido às mulheres e inspirar mulheres a fazerem mais vídeos para o Youtube”, de acordo com eles, “Para ajudar a criar um mundo onde as vozes de todo mundo podem ser ouvidas”, finaliza a descrição no vídeo.

Assista ao vídeo da campanha: