Yoko Ono sugere que Lennon era bissexual

Segundo a viúva do ex-Beatle, John nunca teria se relacionado com pessoas do mesmo sexo porque não encontrou ninguém suficientemente atraente

| Foto: Diuvlgação

Yoko: “John e eu achávamos bom que as pessoas achassem que éramos bissexuais ou homossexuais” | Foto: Divulgação

A artista Yoko Ono, viúva do Beatle John Lennon, disse, em entrevista ao site The Daily Beast, que o ex-marido só não teve relações sexuais com homens porque não teria encontrado alguém que fosse suficientemente atraente. Ono, que é apoiadora das causas LGBT, falou abertamente sobre a sua sexualidade e a de Lennon e afirmou que a bissexualidade era assunto recorrente das conversas dos dois.

“John e eu tivemos uma grande conversa dizendo, basicamente, que todos nós deveríamos ser bissexuais. E estávamos em uma situação em que pensávamos que só não éramos por causa da sociedade”, disse ela. Para Yoko, eles concluíram que todos estavam escondendo um lado de si ao não se declararem bissexuais.

A artista garantiu que não tem e nunca teve desejo sexual por outra mulher, mas acrescentou que tanto ela quanto John se divertiam com boatos do tipo. “John e eu achávamos bom que as pessoas achassem que éramos bissexuais ou homossexuais”, disse ela.

Ela comentou os rumores de que Lennon teria feito sexo com o empresário Brian Epstein: “Era um relacionamento bastante intenso, mas nunca foi consumado”. Yoko disse ter certeza que Epstein tentou algo e que o cantor teria dito a um amigo que permitiu que Epstein o masturbasse, mas que ela ouviu uma história “bem explícita” que a fez acreditar que eles não chegaram a fazê-lo.

Para ela, Lennon não encontrou um homem que desejasse o bastante porque ele deveria ser atraente não só fisicamente, mas também intelectualmente. “Você não consegue encontrar pessoas assim”, afirmou. “No começo do ano em que ele foi morto, ele me disse: ‘Poderia ter feito, mas nunca achei alguém que fosse atraente'”, contou ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.