Wilder não conseguiu verba para Centro de Diabéticos por apoiar Caiado, diz Kajuru

De acordo com vereador, presidente Temer não liberou verba de R$ 6 milhões ao senador por desavença política

Fotos: Arquivo

Foi inaugurado nesta quinta-feira (10/5) o primeiro Centro de Apoio a Portador de Diabetes (CAPD). O projeto, idealizado pelo vereador Jorge Kajuu (PRP) e gerido em parceria com o governo de Goiás, virou alvo de polêmica.

O senador Wilder Morais (DEM) anunciou nas suas redes sociais que ajudou a viabilizar a implantação do CAPD. Na postagem, ele diz que a implantação do centro é resultado da “articulação que fez junto ao Ministério da Saúde”.

A informação, no entanto, é contestada por Kajuru. “A participação do Wilder é zero. Se você encontrar um centavo que veio de Brasília através do Wilder, eu renuncio meu mandato amanhã. Ele é mentiroso”, falou ao Jornal Opção.

O vereador afirmou que Wilder havia prometido recursos na ordem de R$ 6 milhões, mas a verba não foi disponibilizada por causa de desavenças entre o presidente Michel Temer e o pré-candidato Ronaldo Caiado (DEM), que tem apoio de Wilder.

“Ele (Wilder) achou que ao ir para a chapa do Ronaldo Caiado iria conseguir manter o que havia prometido. Eu pedi uma verba de R$ 6 milhões mas ela até agora não saiu. E não saiu porque ele escolheu ficar junto do Ronaldo Caiado e todo mundo sabe que o presidente Temer é inimigo mortal do Caiado. Através do Wilder não saiu nem um centavo e nem vai sair”, finalizou.

Deixe um comentário