Wilder Morais diz que rompimento do Republicanos com PSC demonstra discriminação

Após anúncio da vice Valdelice Ribeiro, do Avante, partido retirou apoio ao candidato. “Eu vejo isso com muita tristeza. Estamos no século 21 e ainda se fala em racismo” afirmou vice, conhecida como ‘Nega na Moda’

Candidato à prefeitura Wilder Morais (PSC). Foto: Reprodução.

Em entrevista concedida nesta segunda-feira, 14, o pré-candidato à prefeitura Wilder Morais (PSC) comentou sobre o posicionamento do Republicanos ao retirar o apoio a sua candidatura em razão da escolha da vice Valdelice Ribeiro, a Nega na Moda, do Avante.

De acordo com o candidato, a postura demonstra discriminação. “Talvez por entender que a nossa vice não tinha ‘as características’. Imagino que século 21 ainda tenha essa discriminação com as mulheres, principalmente por causa da cor” apontou Wilder Morais.

A vice Valdelice Ribeiro afirmou que, mesmo com a saída do Republicanos, a chapa não está fraca.

“Eu vejo isso com muita tristeza, estamos no século 21 e ainda se fala de racismo” disse candidata a vice-prefeita. “Hoje eu fui muito agraciada com o movimento de mulheres. Nós estamos aqui para gerar emprego e renda, para mostrar a Goiânia que queremos […]. Nós não queremos a velha política, o toma lá da cá acabou” acrescentou.

Valdelice Ribeiro ainda afirmou que a sua presença na política é algo histórico na capital e que sua imagem, de mulher negra, representa muitas pessoas.

Diálogo

O presidente do Republicanos estadual e municipal, deputado federal João Campos, afirmou que a decisão de escolher uma pré-candidata a vice-prefeita sem conversar com o partido aliado foi um erro básico e inaceitável.

“Somos um partido de direita, conservador. Isso não é razoável que acontecesse”, apontou o deputado federal, ao afirmar que a candidata a vice não condiz ideologicamente com a sigla.

Wilder Morais defendeu que, diferente do que foi informado por Campos, o Republicanos foi ouvido sobre composição da chapa. “Chamamos os presidentes dos quatro partidos [aliados] e nos foi autorizado que nós teríamos uma vice, que ela seria mulher. Depois da escolha da nossa vice que arrumaram toda essa confusão” disse candidato.

“Nossa candidata a vice tem tudo a ver com o nosso projeto para Goiânia. Nós temos hoje o segundo polo da moda do Brasil e ela é uma pessoa que vem desse segmento” completou Wilder Morais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.