“Vou entrar no plenário montado numa mula”, diz Cláudio Meirelles ao rebater Zé Carapô. Entenda

Para defender sua atuação como vice-líder do Governo, Carapô disse em reunião parlamentar que, perante o Regimento, “o que não é proibido é permitido”

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Conforme mostrado pelo Jornal Opção, um impasse entre os parlamentares da Assembleia Legislativa (Alego) marcou a última reunião da Comissão Mista.

Tudo aconteceu após o pedido de vista do vice-líder do governo Caiado na Casa, Zé Carapô (DC), ter sido negado pelo presidente da Comissão, Humberto Aidar (MDB). Insatisfeito com a decisão, o deputado pediu a palavra e argumentou que “o que não é proibido, é permitido” perante o regimento interno da Alego.

O deputado Cláudio Meirelles (PTC) foi um dos parlamentares que acompanhou a discussão. Ao Jornal Opção ele disse que Zé Carapô está confundindo o direito público. “Então vou entrar no plenário montado numa mula já que o regimento interno não me proíbe de fazer assim. É totalmente improcedente essa posição”.

Por fim, o parlamentar considerou que Zé Carapô está ocupando um cargo “que não existe”. “Ele não tem autoridade para liderar nada. Esse é um cargo fantasioso criado apenas na cabeça do governador”, completou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dalmy Pedro

Ô Deputado Claudio Meirelles, vc poderia era montar nessa mula e sumir da ALEGO !!! CREDO !!!