“Vou apoiar as candidaturas de direita”, diz deputado federal Vitor Hugo

Ele acredita que uma prefeitura do PT em Anápolis não será boa para a cidade

Líder do governo na Câmara, deputado federal Vitor Hugo (PSL) comenta saída de Moro | Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Líder do governo na Câmara, deputado federal Vitor Hugo (PSL) | Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Depois da grande circulação nas redes sociais, de um vídeo em que pede apoio e votos para o prefeito de Anápolis, Roberto Naves se reeleger, o deputado federal Vitor Hugo (PSL-GO) falou com o Jornal Opção, sobre o apoio que concederá para as candidaturas para este segundo turno.

O parlamentar explicou que o seu posicionamento de direita e o histórico do partido, o faz acreditar que uma prefeitura do PT em Anápolis não será boa para a cidade, que está entre uma das maiores do Estado e possui o maior Distrito Agroindustrial de Goiás. Vitor Hugo, também diz que já tinha conversado com Roberto Naves, que simpatizou com ele, com as propostas do prefeito e que respeita a opinião do povo de Anápolis, mas quis alertar para o que poderia ocorrer, caso a cidade voltasse para o comando do PT. “Foi muito bom ver que Naves quase ganhou no primeiro turno, vou torcer e apoia-lo rumo a vitória”, diz Vitor Hugo.

O deputado explicou que apoia em todo o País, dado o seu cargo federal, os candidatos que são de direita e que queiram caminhar com o presidente Jair Bolsonaro até 2022. “Tivemos uma surpresa ruim em São Paulo com a ida do Boulos para o segundo turno, mas espero que o Covas vire, já que o Celso Russomano, não foi bem nas urnas”, defende.

Em Goiânia, Vitor Hugo disse que vai esperar a configuração dos partidos se definir para que ele anuncie quem vai apoiar. “A minha certeza é que vou ser contrário a esquerda”, resume.

Sobre acompanhar quem o PSL indicar, ele disse que não tem mais relações com o PSL e que está esperando abrir a janela para sair. Ele ainda aconselha os pares do partido a saírem também. “O partido não me representa mais e estamos lutando para criar uma aliança nacional pelo Brasil, que se tornará um grande partido conservador do País”, diz o parlamentar que já está organizando eventos para pegar assinaturas e assim criar condições para construir uma nova agremiação partidária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.