Vítima de tragédia no Mutirama ainda tem ferimento extenso e segue internada

Iraci Francisca da Conceição, de 56 anos, ainda faz uso de antibióticos e provavelmente terá que passar por novos procedimentos cirúrgicos

Quase dois meses após a pane em um dos brinquedos do Parque Mutirama, uma das 13 vítimas da tragédia segue internada no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) com ferimento extenso e ainda sem previsão de alta.

Conforme apurado, Iraci Francisca da Conceição, de 56 anos, está em um leito de enfermaria do Hugo, consciente e respirando de forma espontânea.

Ela já passou por duas cirurgias na perna direita — uma para correção da fratura de fêmur e outra para reconstrução muscular. Ela também foi submetida a procedimento cirúrgico para reparo de fratura no tornozelo esquerdo.

Apesar de estável, seu ferimento ainda é extenso e exige uso de antibióticos e provavelmente de futuras cirurgias. Até o momento, a possibilidade de amputação do membro inferior estaria descartada pela equipe médica responsável pelo caso.

Tragédia

O grave acidente que aconteceu no último dia 26 de julho no Parque Mutirama deixou 13 pessoas feridas, sendo duas delas em estado grave. Uma das atrações do espaço de lazer, chamada “Twister”, sofreu uma pane em pleno funcionamento, jogando pessoas ao chão.

Responsável pelo Mutirama, o diretor Frank Fraga classificou, à época, o ocorrido como uma fatalidade. Desde então, o parque está interditado e é alvo de investigações quanto a manutenção dos brinquedos e também quanto a desvios de verba das bilheterias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.