Com a liderança dos pré-candidatos a prefeito de Goiânia Delegado Waldir (PR) e Iris Rezende (PMDB), deputado do PPS disse que ataques entre os dois deve abrir espaço

Deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS) disse acreditar que disputa fechada entre Delegado Waldir (PR) e Iris Rezende (PMDB) abre espaço para Vanderlan Cardoso (PSB) crescer | Foto: Sérgio Rocha/Alego
Deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS) disse acreditar que disputa fechada entre Delegado Waldir (PR) e Iris Rezende (PMDB) abre espaço para Vanderlan Cardoso (PSB) crescer | Foto: Sérgio Rocha/Alego

A primeira pesquisa de intenção de votos na capital para prefeito mostrou que o Delegado Waldir Soares (PR) e Iris Rezende (PMDB) aparecem empatados com 27,4% do eleitorado goianiense enquanto Vanderlan Cardoso (PSB) surge em terceiro nos 12,5%.

De acordo com o deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS), que é cotado para entrar na possível chapa de Vanderlan como pré-candidato a vice-prefeito, o cenário de polarização entre Iris e Waldir pode dar espaço para o pessebista crescer.

“Nós percebemos que essa polarização entre o primeiro e o segundo nome pode render ataques e críticas, e por isso seguimos o nosso trabalho de forma crescente, os números subindo nas pesquisas, e nos apresentamos (PPS e PSB) como alternativa para essa polarização que talvez não seja a melhor opção para Goiânia.”

Sobre o fato de o nome do ex-prefeito de Senador Canedo e ex-candidato a governador em 2010 e 2014 ser ou não conhecido em Goiânia, Virmondes afirmou que Vanderlan aparece sim como um político com votação expressiva para governador em 2014 (474.090 votos, o que representou 14,98% dos votos válidos no primeiro turno).

“Teve um potencial muito grande de votação na última eleição, por isso se mostra como muito conhecido já. Agora é preciso o trabalho de aproximação. E isso se faz de uma forma silenciosa, o que já se faz muito presente. E agora a tendência é intensificar a agenda até o período das eleições”, comentou.

Virmondes desconversou quando o assunto questionado pelo Jornal Opção foi a escolha pela pré-candidatura a vice-prefeito na chapa de Vanderlan Cardoso, que estaria entre o nome do deputado do PPS e o presidente nacional do PHS Eduardo Machado. “Meu compromisso é ajudar o Vanderlan. Essa questão de chapa deixa o grupo definir”, pontuou.