Vigilante penitenciário é preso no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

Após prisão do servidor que estava introduzindo drogas e celulares no presídio, foi realizada operação de revista no local e encontrada uma arma de fogo e produtos ilícitos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em ação realizada pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) na manhã desta terça-feira, 1, na Casa de Prisão Provisória, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, o vigilante penitenciário temporário, Weberson dos Santos Araújo, foi preso em flagrante.

De acordo com o superintendente de Segurança Penitenciária, Jonathan Marques, o setor recebeu denúncia de que o servidor estava levando produtos ilícitos para dentro do presídio. O caso foi repassado para a Gerência de Inteligência da DGAP e serviços de inteligência da Polícia Militar que, após levantamentos, confirmaram a veracidade das denúncias.

Nesta manhã, durante troca de plantão na unidade, Weberson foi abordado e com ele encontrado cerca de 1,5kg de drogas, entre crack e maconha, 60 chips para celular, seis celulares, além de carregadores e novecentos reais em dinheiro.

Em seguida, foi realizada uma revista estrutural na cela onde o servidor disse que entregaria os produtos e no local foram apreendidos grande quantidade de drogas, celulares, carregadores, facas artesanais e uma Pistola Taurus com munição.

O servidor temporário e quatro presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil onde foram autuados em flagrante.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.