Vídeo de mulher sendo agredida com chute e soco revolta internautas

A segurança de um clube tentou intervir quando viu uma mulher sendo agredida pelo marido e acabou sendo atacada também. Caso aconteceu em Minas Gerais

A segurança de um clube da cidade de Três Corações em Minas Gerais, Edvania Nayara Rezende, de 23 anos, foi centro de um caso de violência contra a mulher que desde o último sábado (17/12), tem revoltado os internautas. Viralizou nas redes sociais o vídeo que mostra o momento em que a jovem foi agredida por um homem depois de a mesma ter intervindo quando ele batia na própria esposa.

Na gravação, o homem identificado como Felipe, dá um soco na segurança, que cai no chão e na sequência recebe um chute na cabeça. Segundo relato de Edvania ao Jornal Extra, ela estava no estacionamento do clube quando viu a mulher se jogar para fora do carro e começar a gritar. O marido então parou o carro e, segundo a segurança, “partiu para cima dela e começou a agredí-la”.

Nesse momento, a esposa teria tomado a chave do carro do marido e jogado para Edvania, que tentava controlar a situação. “Muita gente começou a filmar e ficou em cima, tentando acalmar. Ela tomou a chave do carro dele e jogou para mim e eu me recusei a devolver”, disse a jovem. “Eu falei que ia chamar a polícia e ele veio falar que só queria levá-la para casa. Eu falei que isso não dava a ele o direito de bater em uma mulher e ele me socou caí no chão e ele ainda me chutou.”

Logo após a agressão à funcionária, a gravação mostra o momento em que Felipe ameaçou tirar um canivete que tinha no bolso. Segundo relatos, ele teria ainda acertado um murro em outra pessoa que tentou contê-lo. Edvania prestou queixa na polícia e o agressor foi detido por lesão corporal.

Pelas redes sociais, centenas de pessoas mandaram mensagens de apoio a Edvania. O Comitê Internacional de Direitos Humanos para Policiais postou mensagem de apoio a ela, pedindo “rigor na apuração dos fatos” e “punição exemplar” para o agressor.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.