Vice-governador visita vítimas de enchente em comunidade Kalunga

José Eliton esteve no Vão do Moleque, em Cavalcante (GO), onde as chuvas causaram estragos e deixaram moradores desabrigados

Casa destruída pela enchente na comunidade Kalunga | Foto: Wildes Barbosa

Casa destruída pela enchente na comunidade Kalunga | Foto: Wildes Barbosa

Em visita aos moradores do Vão do Moleque, em Cavalcante (GO) – distante 512 quilômetros de Goiânia –, nesta sexta-feira (5/2), o vice-governador José Eliton (PSDB) verificou os estragos causados pela enchente na comunidade Kalunga. “O governo de Goiás está consternado com a tragédia e vai fazer o possível para prestar toda a assistência às famílias atingidas”, declarou.

Na comunidade Kalunga, 112 pessoas estão desabrigadas. Entre esses moradores estão 29 crianças. Os outros 83 são adultos.

Durante a visita, José Eliton afirmou que as casas condenadas pela Defesa Civil ou que foram totalmente destruídas serão reerguidas com a ajuda dos moradores, em forma de mutirão. A ação terá apoio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), que destinará Cheques Reforma no valor de R$ 3 mil cada para realizar as reconstruções.

Equipes do governo verificaram a situação da comunidade e elaboraram uma lista com as necessidades dos moradores atingidos pela enchente, além das obras emergenciais de infraestrutura que precisam ser feitas. Parcerias entre governo e prefeituras foram anunciadas por José Eliton para levar outros benefícios à população de Cavalcante.

A Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) realizará estudos para que seja feita a reforma das pontes danificadas na região. Entre elas está a ponte do Rio dos Bois, em Teresina de Goiás, que foi levada pela enchente e deixou 270 famílias da comunidade Kalunga isoladas.

Além do vice-governador, o prefeito de Cavalcante, João Neto (), o prefeito de Teresina de Goiás, Josaquim Miranda (), e equipes da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) e da Secretaria Estadual da Mulher, do Desenvolvimento Social, da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e do Trabalho (Secretaria Cidadã) estiveram no local.

Retomadas pelo governo, as Patrulhas do Desenvolvimentos atuarão na recuperação dos estragos deixados pela enchente na região. De acordo com José Eliton, o maquinário do programa será enviado à comunidade Kalunga assim que a frente de trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypit concluir suas ações.

“Faço aqui meu compromisso de que os Kalunga terão prioridade”, disse o vice-governador.

Doações

Cerca de 425 quilos de alimentos, 600 litros de leite, além de fraldas e enxovais de bebê foram doados pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) nesta sexta. O presidente da Associação Kilombola de Monte Alegre, Teresina de Goiás e Cavalcante, Vilmar Costa, acompanhou José Eliton na visita aos locais atingidos pela enchente.

Á água do Rio Prata subiu cerca de 10 metros e atingiu propriedades que estavam a mais de 100 metros de distância das margens. Também foram registrados estragos em outros pontos do município.

Pontes na zona rural caíram, informou o governo, como a que liga a comunidade do Vão das Almas ao município de Teresina.

Móveis, roupas, motos, criações de animais, plantações e documentos pessoais são parte do que os moradores da região perderam durante a enchente.

Parentes ou outras pessoas da comunidade abrigaram os moradores que perderam suas casas. O governo afirmou que roupas e medicamentos foram enviados pelo Estado e prefeituras da região, além de ajuda vinda da população das cidades vizinhas. (Com informações da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultora, Pecuária e Irrigação — SED)

Veja fotos de como ficou parte da comunidade Kalunga após a enchente:

Uma resposta para “Vice-governador visita vítimas de enchente em comunidade Kalunga”

  1. Rose disse:

    A quem interessar!

    Prestamos assessoria e consultória de trabalhos acadêmicos.

    Esclarecemos que não executamos trabalhos.

    Temos como função de assessorar, orientar, acompanhar e monitorar.

    Equipe de professores Doutores, Mestres e Especialistas.

    Orientamos nas diversas áreas do conhecimento, trabalhos tais como: correção textual e ortográfica, resumo, fichamento, tradução, projetos de pesquisa, paper, TCC, monografias, dissertação e tese.

    De acordo com as normas da ABNT(Associação Brasileira de Normas Técnicas).

    Interessados entrar em contato pelo e-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.