Vetos às emendas coletivas estão “totalmente acordados” com o Executivo, diz Lissauer

Presidente da Alego explicou que só foram vetadas as emendas que excederam o valor reservado à LOA pelo Executivo. Segundo ele, todas as emendas individuais apresentadas pelos deputados da Alego foram acatadas pelo governo

Presidente da Alego, Lissauer Vieira (à esq) e governador de Goiás, Ronaldo Caiado / Foto: Felipe Cardoso/Jornal Opção

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deve receber os vetos assinados pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) à Lei Orçamentária Anual (LOA) na tarde desta quinta-feira, 5.

Sobre o assunto, o presidente da Alego, Lissauer Vieira, adiantou à reportagem que todas as emendas individuais dos deputados foram acatadas pelo governo. Foram vetadas, segundo ele, apenas algumas emendas coletivas.

“Existe um valor reservado no orçamento para as emendas coletivas e os deputados apresentaram um valor excedente ao reservado, então o veto é só desta diferença de valores, o que está totalmente acordado com a secretaria da economia”, assegurou o parlamentar ao Jornal Opção.

Questionado a respeito da quantidade de vetos assinados pelo governador Ronaldo Caiado e, consequentemente as discussões que isso tem gerado no Legislativo, Lissauer disse encarar com bastante naturalidade. “É natural e até mesmo saudável para a democracia. Esta Casa é a Casa das discussões e não vejo dificuldade nenhum quanto a isso”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.