Vereadores voltam a cobrar melhorias na saúde durante prestação de contas de Iris

“Mais de 100 mil exames não foram realizados em julho e agosto”, afirma Elias Vaz

Reunião, realizada no plenário da Casa de Leis, foi marcada por críticas à gestão municipal (Foto: Mayara Carvalho)

Durante prestação de contas do prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), na Câmara Municipal, vereadores voltaram a cobrar melhorias na saúde da capital. A reunião, realizada no plenário da Casa de Leis, nesta segunda-feira (29/10), foi marcada por críticas à gestão municipal, principalmente na saúde.

“Mais de 100 mil exames não foram realizados em julho e agosto. O senhor [Iris] falou que a saúde ia melhorar em 90 dias e não melhorou, ela piorou. O senhor fala que essas críticas são políticas e não é, o senhor está vendo que não é”, disse o vereador e deputado federal eleito Elias Vaz (PSB).

A competência da secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrue, também foi questionada pelos vereadores. “Não precisamos ter necessariamente um médico a frente desta pasta. Nós precisamos ter alguém com competência para administrar”, alegou Elias Vaz.

“Esse é o principal gargalo do nosso município hoje. Espero mais atenção do senhor e da secretária de Saúde. Espero por propostas e ações mais sólidas para essa área”, cobrou o vereador Juarez Lopes (PRTB).

Iris Rezende sugeriu que a mídia tem explorado casos pontuais que acontecem de mau atendimento “como se isso fosse o fim do mundo”. “Não mostram todos os outros casos bem-sucedidos”, alegou o prefeito.

Iris voltou a defender a secretária de Saúde da capital. “A secretaria levou ao meu gabinete na sexta o relatório do que vem sendo feito pela saúde no município. Peço que vocês façam uma avaliação desse relatório. Vejam o que já se fez e o que vem sendo feito. É uma situação complicada. Até pouco tempo era 4,2 milhões de pessoas inscritos no SUS como se fossem de Goiânia. Corrigir isso do dia para a noite é muito difícil”, disse o prefeito, que já está na metade do seu mandato.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.