Vereadores cobram gestão Iris por melhor sinalização dos fotossensores em Goiânia

Para parlamentares, falha retira o teor educativo da medida e acusa intenção lucrativa

Foto: Divulgação

Os vereadores Paulo Magalhães (PSD) e Wellington Peixoto (MDB) solicitaram que o prefeito Íris Rezende (MDB) tome providências para melhorar a sinalização dos fotossensores de velocidade em Goiânia. Os parlamentares denunciam que o equipamento está instalado de maneira pouco visível para o condutor em diversos pontos da Capital.

Magalhães acusa que alguns foram colocados atrás de postes e árvores, o que compromete a sinalização correta do equipamento. “Ao invés de inibir infrações no trânsito, as empresas que exploram o serviço visam a incrementar as multas e, com isso, alcançar maiores lucros” denuncia Peixoto. Para ele, essa conduta mantém a população desprotegida.

Ambos os vereadores ressaltam a urgência da resolução dessa situação, devido às reclamações contantes que têm recebido sobre o assunto. Eles afirmam também que caso isso não seja resolvido, vai servir para reforçar o caráter lucrativo da medida e ofuscar a intenção educativa para o trânsito na cidade.

Além disso, Paulo Magalhães defende o aumento da velocidade máxima das vias no centro de Goiânia de 40 km/h para 50 km/h. Ele fez requerimento à Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT) para mudar o que é a zona 40 no centro para zona 50.

Segundo ele, essa mudança não irá aumentar os riscos de acidente na região. “Vai é melhorar o fluidez do trânsito, desafogando as ruas e reduzindo o estresse dos motoristas”, justificou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.