Vereadores se dizem arrependidos de eleger Andrey Azeredo presidente

Bancada do PSDC e Sargento Novandir (PTC) manifestaram insatisfação com a composição das comissões e modo como as decisões foram tomadas

Sargento Novandir e Anderson Sales, o Bokão | Arquivo

Questionada desde o dia 1º de janeiro, a eleição da mesa diretora que comanda a Câmara Municipal de Goiânia foi novamente alvo de críticas na primeira sessão ordinária do ano, na manhã desta quarta-feira (1º/2). Desta vez, alguns vereadores que participaram do acordo para a escolha da chapa de Andrey Azeredo (PMDB) se disseram arrependidos do voto.

O vereador Sargento Novandir (PTN) usou seu tempo na tribuna para pedir desculpas ao vereador Jorge Kajuru (PRP), que desde o dia 1º denuncia influência do setor imobiliário na eleição e de Wladmir Garcêz na escolha dos membros das comissões permanentes.

“Sinto vergonha de ter votado e participado deste conchavo. Não sabia como funcionavam essas negociações aqui na Câmara”, disse Novandir.

Já Anderson Sales, aclamado líder do PSDC, também condenou a participação de pessoas alheias ao legislativo municipal nas reuniões que culminaram nas escolhas do dia 1º. “Não podemos permitir que pessoas sem mandato venham aqui e assumam um papel que não é o delas, de denominar nomes para comissões, tomar decisões, mandar vereador calar a boca e desligar o celular. Isso não existe. Queremos que os vereadores assumam suas prerrogativas.”

O parlamentar afirmou ainda que verá junto à diretoria legislativa para que inclua de maneira clara no regimento da Casa a proibição para que apenas vereadores sejam autorizados a participar de reuniões.

“Continuamos na base do prefeito Iris, mas não podemos concordar com nada que prejudique as prerrogativas dos vereadores ou a população de Goiânia. Esperamos que esta tenha sido a última vez que isso ocorreu”, disse Sales.

O vereador Jorge Kajuru e outros sete parlamentares, inclusive, já entraram com uma ação no Ministério Público exigindo anulação do pleito e a realização de nova eleição da mesa diretora.

Por outro lado, o vereador Wellington Peixoto (PMDB) criticou a postura dos vereadores que se mostraram arrependidos de terem participado do grupo que elegeu a chapa.

“Acho que é uma questão que já passou. Eles ajudaram a escolher o presidente, votaram participaram do grupo que elegeu e de tudo que foi feito. Qualquer contestamento deveria ter sido feito na hora”, disse o peemedebista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.