Vereadores querem regulamentação do Uber em Goiânia o quanto antes

Projeto em tramitação na Câmara Municipal desde o ano passado deve ser tema de audiência pública na próxima semana

Carlos Soares (PT), Elias Vaz (PSB) e Djalma Araújo (Rede) opinam sobre o aplicativo Uber, que tem sido alvo de polêmica em Goiânia | Fotos: Bruna Aidar / Jornal Opção e reprodução / assessoria Câmara Municipal

Carlos Soares (PT), Elias Vaz (PSB) e Djalma Araújo (Rede) opinam sobre o aplicativo Uber, que tem sido alvo de polêmica em Goiânia | Fotos: Bruna Aidar / Jornal Opção e reprodução / assessoria Câmara Municipal

Desde agosto do ano passado, tramita na Câmara Municipal de Goiânia, o Projeto de Lei nº 260, de autoria do vereador Carlos Soares (PT), que regula o aplicativo Uber. Com a chegada do aplicativo em Goiânia, no final do último mês, os vereadores agora querem pressa em colocar o projeto em votação.

Carlos Soares, autor da matéria e líder do prefeito Paulo Garcia na Câmara, explica que não existe um posicionamento da prefeitura sobre o assunto, mas que agora que o serviço começou a funcionar em Goiânia, a proposta volta ao debate na Casa de leis. “Estamos organizando uma audiência pública para a semana que vem, para ouvir os dois lados e avançar o projeto.”

O vereador Djalma Araújo (Rede), que no ano passado chegou a apresentar proposta na Câmara para proibir o aplicativo na capital, agora argumenta a favor.”É uma nova tecnologia, que tem o apoio dos consumidores. Nem a própria categoria dos taxistas, que em outras cidades se opuseram ao serviço, se manifestou contra aqui em Goiânia, não seremos corporativistas a ponto de querer proibir” e completa: “Na minha opinião, existe mercado para todos, mas hoje é um serviço de transporte ilegal que tem que ser regularizado o quanto antes”.

O vereador Elias Vaz (PSB) ressalta que o aplicativo já enfrentou problemas em outras cidades em que começou a funcionar, tanto no Brasil, como nos Estados Unidos e na Europa. “As prefeituras obviamente querem regulamentar o serviço. Podemos aproveitar a ferramenta, desde que ela tenha que se enquadrar no que for estabelecido pelo município”, explica.

Esta opinião é compartilhada por Carlos Soares. “Não pode vir uma empresa de fora e querer definir taxas e preços do serviço prestado, qual o veículo pode circular e quem está apto a explorar o serviço dentro da cidade. Tudo isso é competência da prefeitura”, afirma o petista.

Segundo Soares, o projeto em tramitação pretende que o Uber siga os mesmos critérios de outros aplicativos de transporte, como o Easy Táxi e o 99 Táxis. “Quem quiser trabalhar na cidade, tem que seguir as regras do poder público e com o Uber não pode ser diferente. Se quiserem explorar o serviço, quem tem competência para dar concessão é a prefeitura. O Uber pode ter o direito de trabalhar enquanto site, mas não enquanto poder público”, sentencia.

3 respostas para “Vereadores querem regulamentação do Uber em Goiânia o quanto antes”

  1. Ranolfo Ribeiro disse:

    Srs. Deputados vcs parecem Urubu na carniça. Quais de vcs gerou emprego, quais de vcs contribuiu para o aumento de renda da população, quais de vcs cobram o cumprimento da lei no transporte clandestino que feito diariamente por carros particulares que saem de Goiânia para várias cidades do DF, quais de vcs cobram um transporte digno para a população e sua seguranção. Vcs não conseguiram até hj criar uma forma de taxar as grandes companhias de que prestam serviço na Internet não conseguem fiscalizar. Então deixem de ser hipócritas e façam valer a lei que já existe depois voltam para discutir ao produtivo. Vcs estão e olho e no imposto que podem criar.. governem para nós e não em interesse próprio. Boa noite

  2. Ranolfo Ribeiro disse:

    Deputados, os senhores parecem urubus na carniça. Quais de vocês geraram emprego ou contribuíram para o aumento de renda da população, quais de vocês cobram o cumprimento da lei em relação ao transporte clandestino de passageiros realizados diariamente por carros particulares com rota de Goiânia à várias cidades do DF, quais de vocês garantem um transporte digno e seguro para população. Até hoje srs. deputados não conseguiram encontrar uma forma viável e segura de taxar as companhias prestadoras de serviços via internet, tão pouco conseguiram fiscalizar essa prestação de serviço. Então deixem de ser hipócritas, é necessário fazer valer as leis vigentes no país, antes de criar novas leis com intuito de engordar os cofres públicos com arrecadação de tributos. Governem para povo e não em benefício próprio.

  3. Espírito Santo disse:

    Ganho bem dirigindo com a Uber e acho que você vai gostar também. Veja os detalhes: https://get.uber.com/drive?invite_code=jvn5nguek

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.