Vereadores pedem suspensão do aumento nas tarifas de água e esgoto em Goiânia

Requerimento enviado por Alfredo Bambu ao presidente da Saneago solicita homologação prévia da prefeitura

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O vereador Alfredo Bambu (PRP) apresentou, nesta quinta-feira, 6, um requerimento ao presidente da empresa de Saneamento de Goiás (Saneago), Ricardo José Soavinski, solicitando a suspensão do aumento de 5,79% nas tarifas de água e esgoto da capital.

De acordo com o vereador, a tarifa não pode ser aplicada, sem que antes haja a homologação do prefeito Iris Rezende (MDB). “Isso não é autonomia somente da Saneago, tem que ter a homologação do prefeito, a decisão do município primeiro”.

Alfredo falou ao Jornal Opção que o contrato entre o município e a Saneago vence em 2023, e caso, a Câmara não aprove, a concessionária não pode realizar projetos. “A Saneago tem que discutir com prefeito e com a Agência Reguladora do Município para promover esse aumento”.

Outro requerimento, endereçado ao prefeito Iris Rezende, foi enviado pelo vereador Álvaro da Universo (PV), nele, o parlamentar solicita, também, informações sobre o reajuste à Agência Reguladora do Município: “A tarifa , como se sabe, deve ser garantir o equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão, além de manter a qualidade, regularidade e continuidade na prestação dos serviços”, diz o texto.

Segundo o documento, um estudo realizado em 2016 e divulgado pelo Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS) apontava que Goiás possuía a tarifa média mais cara do país, correspondendo a 50% a mais que a tarifa média nacional.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.