Vereadores pedem a inclusão de profissionais da educação no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19

De acordo com Aava Santiago (PSDB), prefeito Rogério Cruz (Republicanos) solicitou ao Ministério da Saúde 13 mil doses da vacina para destinar aos servidores do setor

Na manhã desta segunda-feira, 15, os vereadores Aava Santiago (PSDB) e Mauro Rubem (PT) se reuniram com o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) para entregar o relatório formulado pelo grupo de trabalho (GT) “Aulas na Educação Pública Municipal Durante a Pandemia”. O encontro ocorreu no Paço Municipal.

De acordo com Aava Santiago, o principal papel da Câmara de Goiânia neste momento é nutrir o Poder Executivo de informações. “Não tenho dúvida de que nós entregamos o diagnóstico mais completo sobre o cenário da educação e a expectativa dos envolvidos na comunidade escolar em relação a volta às aulas”, pontua.

Segundo a vereadora, o documento reúne dados de três encontros híbridos com profissionais e entidades sindicais, tanto da educação quanto da saúde, e três pesquisas virtuais junto a diretores e professores da Rede Municipal de Educação para saber quais são as percepções acerca da retomada presencial das aulas, mesmo que de forma escalonada.

“Aplicamos um questionário que foi respondido por mais de 840 profissionais entre professores, diretores e técnicos administrativos. E transformamos as respostas sobre a estrutura do ambiente escolar, o retorno às aulas, as condições atuais das escolas, a saúde dos profissionais e dos alunos em gráficos e disponibilizamos ao prefeito”, informa a parlamentar.

Uma das principais reivindicações dos vereadores é a inclusão dos profissionais da educação no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. Na ocasião, a parlamentar tucana afirmou que o prefeito Rogério Cruz  já realizou a solicitação ao Ministério da Saúde, em Brasília (DF), de 13 mil doses para vacinar os servidores municipais da educação. A prioridade é imunizar os profissionais dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.