Vereadores derrubam veto e ônibus da capital deverão ser monitorados por GPS

Prefeito havia vetado integralmente projeto de autoria da vereadora Tatiana Lemos (Pcdob)

Câmara de Goiânia

Na manhã desta quarta-feira (14/11), a Câmara Municipal de Goiânia derrubou veto sobre Projeto de Lei que obriga uso do GPS por ônibus operados por concessão do Poder Público Municipal. A matéria, de autoria da vereadora Tatiana Lemos (PCdoB), volta à Casa com 24 a favor da derrubada do veto e 2 contra.

Para Lemos, o projeto é importante porque garante que o usuário acesse em tempo real a localização e outros as aspectos do transporte público. “O GPS é uma tecnologia, que nos permite acompanhar o que acontece no sistema de transporte coletivo, quantos ônibus têm na linha, se algum quebrou e que horas vai passar”, disse.

A matéria, que havia sido vetada pelo prefeito Íris Rezende (MDB), para a vereadora, oferece mecanismo de monitoramento pela população que depende do transporte público em Goiânia. “Independente da empresa que esteja gerindo, queremos que ela seja obrigada por lei a prestar essas informações de forma transparente para o usuário”, sublinhou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.