Vereadores derrubam mais um veto de Iris e ônibus podem ter Wi-Fi

Apenas Paulo Magalhães foi contra a derrubada do veto do prefeito de Goiânia

Por 20 votos favoráveis e um contra (Paulo Magalhães- PV), os vereadores derrubaram na sessão desta terça-feira (19/12), mais um veto do prefeito Iris Rezende (PMDB), agora em relação à obrigação da disponibilidade de Wi-Fi nos ônibus da capital.

Aprovado em segunda e última votação, o projeto de lei do vereador Paulo Daher (DEM) torna obrigatória a instalação de internet móvel Wi-Fi nos ônibus do transporte coletivo de Goiânia. Pelo texto, as empresas concessionárias deverão disponibilizar aos usuários a conexão e o acesso à Internet Móvel, por meio de celular, smartphone, notebook ou outros aparelhos.

Segundo a justificativa do Paço, “não obstante o elevado propósito da iniciativa, o projeto de lei apresenta inconstitucionalidade”. O prefeito alegou ainda que qualquer medida a ser adotada com a finalidade de racionalizar, modernizar e conferir melhor qualidade na prestação dos serviços de transporte coletivo é atribuição da CDTC- Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos, da região Metropolitana.

Com a rejeição do veto, a lei poderá ser promulgada pela Câmara, caso o prefeito não a publique no Diário Oficial.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
ziro

SUGESTÃO: ar condicionado nos ônibus, do transporte público, deveria ser obrigatório. Nunca esqueço do terror que passei, quando embarquei no ônibus 015 do Flamboyant em sentido praça A, em que senti falta de ar, num veículo lotado com pessoas sufocadas num clima de 50 graus Celsius, num trânsito travado. Tanto que desde então nunca mais usei estes ganholões insalubres, prefiro a bike. É óbvio que o prefeito não está nem aí com a saúde das pessoas, que se dane o cidadão contribuinte.