Vereadores criticam Iris por notificação ilegal a proprietários de apartamentos

Decisão, que contraria Código Tributário, ameaça punir moradores com pagamento de multa ou cumprimento de pena de dois a cinco anos de reclusão

Foto: Arquivo

Em sessão na Câmara Municipal de Goiânia, na manhã desta quarta-feira, 5, os vereadores criticaram a Prefeitura, na pessoa do prefeito Iris Rezende (MDB), por notificação sobre regularização de imóveis – apartamentos e casas. Ordem, considerada ilegal, chega a mencionar punição a moradores que não cumprirem a decisão, que podem pagar multa ou cumprir pena de dois a cinco anos na prisão.

Durante a sessão na Casa, o secretário de Finanças da Prefeitura, Alessandro Melo da Silva, foi o principal criticado pelo envio aos contribuintes. “Essa notificação mais parece um ato terrorista contra o cidadão. Um absurdo”, protestou a vereadora Sabrina Garcês (PTB), que apresentou um requerimento para a realização, no dia 10, às 14 horas, na sala das Comissões da Câmara, de uma audiência pública para debater o assunto.

Sabrina pretende levar à Casa representantes do Procon, Ministério Público, Prefeitura e da OAB-GO, para se posicionarem sobre a notificação entregue aos goianos. A vereadora acredita que a ameaça tem o propósito subliminar de mudar o cadastro imobiliário do contribuinte para aumentar seu imposto no próximo ano.

“Não foram feitos esclarecimentos, são mais de 30 itens difíceis de serem respondidos, especialmente pelas pessoas sem conhecimento técnico e sem nenhum debate prévio sobre o assunto”!, acrescentou. Para ela, a ordem é “um escárnio, um desrespeito ao contribuinte goianiense”.

Foto: Divulgação

O vereador delegado Eduardo Prado (PV), Elias Vaz (PSB), Anderson Salles Bokão (PSDC) e Milton Mercês (PRP) também criticaram a medida. Prado chegou a emitir requerimento para que o secretário se apresente na Câmara para prestar esclarecimentos sobre a notificação. Com isso, ele solicita prorrogação do prazo inicialmente estabelecido pela Prefeitura para regularização dos cadastros, colocado, a princípio, para o dia 20 de dezembro.

“O contribuinte foi constrangido com ameaça de prisão. Isso é inconcebível. Vamos acionar o Ministério Público, porque não foi respeitado o principio da publicidade, segurança jurídica e informação ao cidadão. O pior é aquele contribuinte pobre que não tem internet. Como fará para responder o questionário”, protestou o vereador.

Para Bokão, a Prefeitura quer, com essa medida, arrecadar de forma ilegal. “Com abuso de autoridade, ameaçando de prisão quem não responder a notificação. Mais de 500 pessoas foram ao Procon protestar contra essa violência. A indignação é total”, completou.

“Isso é puro terrorismo contra a cidade. Essa Casa não pode aceitar isso. Vamos agir e pedir explicações à Prefeitura”, apontou o vereador Milton Mercês.

O Jornal Opção entrou em contato com a Prefeitura e com a Secretaria de Finanças, mas nenhum dos órgãos quis falar sobre o assunto. A Secretaria de Finanças passou o contato de uma assessora com quem não foi possível contato até a publicação desta matéria. A assessoria da Prefeitura disse que nem Iris nem outro membro de alto escalão da administração municipal irá se pronunciar sobre o assunto.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Oliveira

Que presente amargo a prefeitura esta entregando para o final de ano. O prefeito só pode estar com uma figura oculta atras dele. Uma figura autoritária e vingativa contra o Goianiense.

anonimo

e o pessoal voto nesta figura… ai compramos a casa financiada já com as alterações… No meu caso, desde junho de 2009, recolhemos o imposto de transferência que já é uma fortuna… olhamos o piso das nossas três casas e estão iguais desde a construção… como é que podemos ter alterado o piso? É uma mentira deslavada … as casas seguem iguais, ai o ladrão arromba e rouba as nossas casas por que o poder público não dá segurança, ai trocamos o portão e a porta de entrada, tem de declarar??? Por que?? Se o dano foi imposto por um… Leia mais