Vereadores criam 25 novos cargos comissionados na Câmara de Aparecida

Cada assessor parlamentar vai receber R$ 3.054,86 mensal; município será impactado em R$ 76.371,50 por mês e R$ 916.458 anualmente   

Cada um dos 25 vereadores de Aparecida de Goiânia contará com mais um assessor de gabinete, recebendo mensalmente R$ 3.054,86. Uma Resolução, nº 002/2011, referente ao quantitativo de cargos em comissão do Poder Legislativo, de autoria da Mesa Diretora, foi aprovada na sessão desta quarta-feira, 23. 

No total, a nova despesa aprovada pela Câmara Municipal irá impactar financeiramente o município em R$ 76.371,50 por mês e em quase R$ 1 milhão (R$ 916.458) anualmente. O texto acrescentou ao quadro de pessoal 25 cargos de assessor de gabinete nível 3.   

Em resposta, a Câmara justifica que a quantidade atual de servidores na Casa já não consegue atender a demanda de serviços. Embora a remuneração seja alta quando comparada ao salário médio de um trabalhador aparecidense, a Câmara de Aparecida alegou que os salários previstos na resolução estariam incompatíveis (ou seja, menores) com as funções desempenhadas pelos servidores e em relação a remunerações pagas por outra casas legislativas no país.

Apesar disso, a Câmara ainda está tendo dificuldades para atrair e manter “talentos” para preenchimento dos cargos em comissão, sendo de servidores efetivos (concursados) ou de indicações. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.