Vereadores começam a articular eleição para a Mesa Diretora da Câmara

Sem nomes definidos, parlamentares esperam que seja um processo independente do executivo

Foto: Divulgação

Os vereadores da Câmara Municipal de Goiânia começam articulações para a eleição para a Mesa Diretora da Casa. Com possíveis interferência do governo do estado e da prefeitura, os parlamentares querem independência no processo e da chapa escolhida pelos parlamentares.

A cada dois anos, a Câmara escolhe a nova direção da Casa. Welington Peixoto (MDB), que disputou o pleito passado, já descartou a possibilidade de se candidatar na eleição que ocorre no fim deste ano.

Ele adianta que há cogitações na Câmara. Entre os possíveis candidatos, ele cita Tiãozinho Porto (PROS), Milton Mercês (PRP), Andrey Azeredo (MDB) e Romário Policarpo (PTC). “Agora é o início do diálogo, temos que esperar o que vem mais para frente, já que a eleição ainda é em dezembro”, disse pedindo cautela na aposta de nomes.

Policarpo não confirmou sua candidatura, mas afirmou: “Se perguntar para os 35 vereadores aqui, todos querem a eleição de presidente da Câmara”. Ele também disse que, embora não confirme a candidatura, quer estar presente em algum grupo que participe da disputa.

Independência

Tanto Peixoto quanto Policarpo elogiaram a independência com que a Câmara tem se articulado nesta gestão. Ambos acreditam que, apesar das interferências externas do governo do estado e da prefeitura, será possível manter esse ritmo na Casa.

“A gente espera que isso se repita na eleição da mesa, a gente sabe que é difícil, mas que o próximo presidente possa ter esse posicionamento”, disse Peixoto sobre a independência do Legislativo em relação ao Executivo.

“Acho que o Legislativo tem que ser o contrapeso do executivo, e é isso que eu vou defender aqui e acho que a casa tem feito esse papel”, afirmou Policarpo, acrescentando que vê como importante a interferência do governo e da prefeitura. “Interferência sempre existe, isso incomoda um pouco dos parlamentares, mas não deixa de ser algo pra ser observado no cenário político.”

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.