Vereadores cobram saída de Fátima Mrué da Secretaria Municipal de Saúde

Alegação é a péssima situação da saúde da capital e a falta de capacidade da chefe da pasta

Fátima Mrué | Foto : Wictória Jhefany / Câmara Municipal

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (10/10), os vereadores da Câmara Municipal voltaram a cobrar do prefeito Iris Rezende (MDB) a saída de Fátima Mrué da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A alegação dos vereadores é a péssima condição da saúde pública da capital. O vereador Elias Vaz (PSB) foi quem levantou a discussão e lembrou que, apesar da promessa de que a Saúde melhoraria em 90 dias, a situação continua a mesma.

“Falavam que era por questão eleitoral. Então eu falo aqui, a eleição já passou, secretária você tem que sair daí, a senhora não tem capacidade pra estar a frente da Secretaria de Saúde. O prefeito tem que contratar gente que não tem capacidade pra fazenda dele, agora pra administração pública ele tem que contratar gente capacitada. Prefeito, tem que tomar atitude nessa questão. Eu não consigo entender o tipo de compromisso que o prefeito tem com ela”, discursou.

Os vereadores Cabo Senna (PRP), Anderson Sales (DC) e Felisberto Tavares (PR) também engrossaram o pedido en exigiram a saída da secretária.

O vereador Delegado Eduardo Prado (PV) ressaltou que deve entregar na próxima semana o relatório final da CEI das Obras Paradas e adiantou que a secretária será responsabilizada.

“Não apresentei o relatóio antes pra não dizerem que eu estava utilizando isso como palanque pra minha campanha. Mas quero adiantar que a secretária não apresentou os documentos solicitados, cometendo mais uma vez crime de responsabilidade e será responsabilizada”.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.