Vereadora denuncia falta de atendimento adequado à criança de 3 anos com suspeita de H1N1

Mãe do menino, que está internado no Cais de Campinas, confirma descaso e diz que a situação do seu filho é grave

Cristina Lopes (PSDB): “A saúde virou um corredor da morte”

Em entrevista ao Jornal Opção a vereadora Dra Cristina (PSDB) adiantou uma das denúncias que fará nesta sexta-feira (4/5) em mais uma reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga irregularidades na Saúde de Goiânia. A parlamentar disse que uma criança de três anos está internada com  suspeita de H1N1 no Cais de Campinas e não está recebendo o tratamento adequado.

De acordo com a vereadora o menino foi colocado em isolamento, em um lugar onde não há banheiro e próximo de onde está acontecendo uma obra dentro da unidade de saúde. “A criança tem que usar o banheiro compartilhado, colocando a saúde de outras crianças em risco e a obra, próxima do quarto onde ele está internado, traz poeira e sujeira, prejudicando ainda mais a sua respiração”, conta.

A reportagem conversou com a mãe da criança, Eliane Oliveira, de 37 anos, e ela confirmou as denúncias feitas pela vereadora. “Meu filho foi colocado em um lugar precário, a médica disse que ele não pode ficar andando e o banheiro é longe, além de ele estar respirando com ajuda de aparelho, está muito difícil”, disse a mulher, que ainda desaprovou o tratamento dos profissionais do local.

“Eles foram grossos e disseram que se eu quisesse um tratamento melhor para meu filho, que eu mesma vá atrás de uma UTI. Estamos sem saber o que fazer”, revelou.

Até a publicação dessa matéria, a Secretaria Municipal de Saúde não respondeu a solicitação da reportagem sobre um posicionamento do caso.

Deixe um comentário