Vereadora confirma que servidor da prefeitura foi fiscal de obra pela qual é responsável

CCJ irá apurar se fiscais da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação favoreceram obra irregular

Vereadora Sabrina Garcêz (PMB | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A vereadora Sabrina Garcêz (PMB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Goiânia, confirmou que, entre documentos apresentados aos parlamentares, há comprovação que um servidor da prefeitura é o engenheiro responsável pela obra que deveria fiscalizar. A denúncia do caso foi apresentada pelo advogado Magno Estevam Maia na última quarta-feira (14/3).

O advogado afirma que a obra, que seria irregular, foi iniciada com favorecimento por parte de fiscais da gestão do prefeito Iris Rezende (MDB).

O profissional conta ainda que foi recebido com ataques por parte dos servidores assim que resolveu formalizar a denúncia sobre a irregularidade da obra vizinha. Além disso, como resposta, recebeu uma notificação sobre uma suposta irregularidade da obra de sua cliente — apesar da mesma ter sido construída há quase 40 anos.

Magno garantiu que irá entregar nesta sexta-feira (16) toda documentação que comprova o caso.

Sabrina disse que a Comissão, após convocá-los na próxima reunião, deve ouvir os acusados e colher provas para definir se a denúncia procede e quais medidas deverão ser tomadas. “Havendo indício de crime iremos levar ao Ministério Público e procuraremos autoridades policiais”, declarou.

Procuradas pelo Jornal Opção, a prefeitura de Goiânia e a Seplanh não responderam aos questionamentos.

Deixe um comentário