Vereador Zander deve concluir mandato sem afastamento por Operação Multigrana

Parlamentar, que só pode ser afastado após trânsito em julgado, deve concorrer à reeleição

Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O vereador por Goiânia Zander Fábio (Patriota) não deve ser afastado das suas funções na Câmara Municipal de Goiânia neste ano. Isso porque a sentença que condenou o vereador e mais oito pessoas por desvios de dinheiro do Mutirama sequer foi publicada. Por conta da decisão do Superior Tribunal Federal (STF), que vetou a prisão em segunda instância, Zander só pode ser afetado após trânsito em julgado.

Após a publicação da decisão da juíza Placidina Pires, da Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e Lavagem de Capitais, ainda caberá recurso ao Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. “Iremos recorrer ao Tribunal de Justiça na certeza de que a sentença será alterada”, explica o advogado Tito Amaral.

“Até que ocorra o trânsito em julgado, Zander manterá sua rotina e irá concorrer à reeleição”, reforça a defesa.

Caso sejam condenados pelos crimes de organização criminosa e peculato continuado, além da prisão, os réus terão que devolver R$2.181.458,10. O vereador Zander também perderá sua cadeira na Câmara e todos os envolvidos ficarão proibidos de exercer cargos públicos por oito anos.

A Operação Multigrana foi deflagrada em 2017, após denúncias de desvios nas bilheterias do parque de diversões e do zoológico do município.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.