Vereador Thialu Guiotti pede que cobrança de permissões do transporte escolar de 2020 e 2021 seja anulada

Na próxima terça-feira, parlamentar do Avante ainda deve apresentar projeto de lei que visa “acabar com monopólio existente no ramo do transporte escolar”, para que as permissões sejam concedidas com mais facilidade

Vereador Thialu Guiotti (Avante). | Foto: Câmara Municipal de Goiânia

Vereador Thialu Guiotti (Avante) busca suspender exigência de renovação anual aos permissionários do transporte escolar. Além do requerimento que já foi enviado e protocolado pela Secretaria Municipal de Mobilidade (SMT), o objetivo é colocar em pauta, na Câmara Municipal, já na próxima semana, projeto de lei que “acabe com o monopólio existente dentro do ramo do transporte escolar”.

Ao SMT, foi solicitada a anulação da cobrança das permissões, referente aos anos de 2020 e 2021, uma vez que o transporte escolar se encontra parado desde o início da pandemia, em março do ano passado. “As pessoas não têm condições de pagar as prestações de seus carros, que na maioria é financiado, pagar as taxas de licenciamento e, ao mesmo tempo, sobreviver dentro de casa”, justificou o vereador Thialu, ao afirmar que tanto a SMT quanto a Prefeitura já têm conhecimento das dificuldades dos proprietários do transporte escolar estão em consenso.

A expectativa é de que a discussão sobre as permissões do transporte escolar vá ao Plenário da Câmara, pautado por Thialu, na próxima terça feira, 10. “É preciso abrir esse rol de permissões, não pode ficar restrito, na mão de um sindicato, do João ou do Pedro. Quem quer trabalhar com transporte escolar, tem que ter a liberdade de comprar sua van, financiar, trabalhar e colocar seu nome à disposição da cidade”, opina o vereador. Ele ainda afirma que a demora quanto a elaboração do projeto de lei é devido a preocupação de garantir que não haja nenhum vício jurídico no texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.