Vereador sugere que as empresas do transporte coletivo que trafegarem com passageiros em pé tenham os serviços suspensos

“Qualquer comerciante que descumpre o decreto está sendo punido com multas e o fechamento do estabelecimento. Com o transporte coletivo deve ser da mesma forma”, disse Ronilson Reis

O vereador de Goiânia, Ronilson Reis (Podemos) protocolou nesta segunda-feira, 08,  junto à Prefeitura de Goiânia e ao Ministério Público Estadual (MP-GO) pedido de punição para as empresas do transporte coletivo que descumprirem os acordos do último decreto publicado neste domingo, 07, pela Prefeitura de Goiânia.

O vereador sugere que as empresa que trafegarem com passageiros em pé e acima do limite suportado pelos veículos tenham os serviços paralisados. “Qualquer comerciante que descumpre o decreto está sendo punido com multas e o fechamento imediato do estabelecimento. Com às concessionárias do transporte coletivo deve ser da mesma forma. O decreto deve valer para todos, não somente para alguns”, afirmou. 

Para Ronilson, as empresas não estão cumprindo o decreto municipal. “O não cumprimento das normas de distanciamento e das medidas sanitárias para prevenção da Covid-19, por parte das empresas do transporte coletivo, já são elementos suficientes para pedir a imediata paralisação do serviço na Capital”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.