Vereador quer apurar interesse público de viagem de ex-presidente da Comurg à Costa do Sauípe

Em meio a crise financeira enfrentada pelo Paço Municipal, Elias Vaz quer saber o que motivou a viagem de Nelcivone Melo ao resort durante quatro dias

Elias Vaz tem interesse de saber a relevância pública da viagem. Nelcivone Melo, afirmou que prefeitura pagou as diárias e passagens aéras. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Elias Vaz tem interesse de saber a relevância pública da viagem. Nelcivone Melo, afirmou que prefeitura pagou as diárias e passagens aéras. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Uma viagem do ex-secretário extraordinário de Planejamento e Gestão de Resultados da Prefeitura de Goiânia Nelcivone Melo (PT) à Costa do Sauípe, no litoral da Bahia, dias antes de ser nomeado para presidir a Comurg está sendo alvo de questionamento na Câmara Municipal de Vereadores. A ida ao litoral baiano ocorreu entre os dias 26 e 30 de março deste ano para que o petista participasse de evento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Na sessão da manhã desta quinta-feira (15/5), o vereador Elias Vaz (PSB) apresentou requerimento pedindo que Nelcivone preste esclarecimentos ao Legislativo. De acordo com o documento, as diárias pagas no resort somaram R$ 1.544 mil. A viagem foi autorizada por meio de decreto assinado no dia 30 de abril pelo prefeito Paulo Garcia (PT). Nele, é dito também que a justificativa é a de que houve “compatibilidade entre o motivo do deslocamento e o interesse da administração municipal”.

A intenção de Elias é saber qual o interesse público para sociedade goianiense com a viagem. “Quem fala em medidas de austeridade não pode autorizar uma coisa dessas”, avaliou o vereador, se referindo às dificuldades financeiras enfrentadas pela prefeitura para quitar a folha de pagamento e as contas com fornecedores.

No entanto, foi explicitado no decreto que Nelcivone deveria apresentar relatório de viagem com a prestação de contas, “sob pena de desconto em folha de pagamento” dos valores gastos. A assinatura do prefeito passou pelo crivo de Andrey Sales Campos Araújo (Casa Civil) e Osmar Magalhães (Governo).

Representar o prefeito

Ao Jornal Opção Online, Nelcivone confirmou que foi à Costa do Sauípe para representar o prefeito na 55ª Reunião Anual da Assembleia de Governadores BID e na 29ª Reunião Anual da Assembleia de Governadores da Corporação Interamericana de Investimentos. Esses são os dois eventos mais importantes da instituição (formada por 48 países membros), sediada em Washington, capital dos Estados Unidos. Empresas e outras cidades que atuam junto ao Banco participaram dos encontros.

Questionado sobre quais seriam suas conclusões do encontro, Nelcivone falou que Goiânia é financiada pelo BID por meio do programa Cidades Emergentes Sustentáveis. O petista argumentou que foi ao litoral com o objetivo de “trocar experiências”, mas desconversou quando perguntado sobre os resultados efetivos da viagem para a administração municipal. “É que nós temos a parceria. Para se ter noção, a presidente Dilma Rousseff esteve lá”, avaliou. Perguntado se este seria o melhor momento para viajar, Nelcivone explicou que as datas não foram marcadas pela prefeitura.

O ex-secretário informou que o Paço Municipal custeou hospedagem e passagens aéreas. De acordo com o ex-secretário, não houve gastos com locomoção e alimentação, despesas que teriam sido bancadas pelo evento. Ele não vê problema em prestar esclarecimentos ao Poder Legislativo.

Os representantes brasileiros nas assembleias foram a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Míriam Belchior, e o secretário de Assuntos Internacionais do Ministério, João Guilherme Machado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.