Bombas de abastecimento possuem trava de segurança que impede que o combustível chegue até a borda do tanque

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O vereador Denício Trindade (SD) apresentou um projeto de lei que proíbe o abastecimento de combustíveis após o acionamento da trava de segurança da bomba. A medida visa proteger os frentistas que estão expostos a inúmeros riscos pela manipulação de combustíveis e derivados de petróleo, materiais inflamáveis e que causam danos à pele e problemas respiratórios.

Geralmente a quantidade que está especificada como máximo para abastecimento é no mínimo 10% menos da capacidade máxima do tanque. No entanto, essa margem de segurança muitas vezes é ignorada pelos postos de combustíveis a pedido dos consumidores.

“Continuar esse abastecimento após o acionamento da trava coloca em risco também o meio ambiente. Portanto, trata-se de uma proposta que visa evitar malefícios causados pelos combustíveis, como o benzeno, quando do abastecimento de um veículo nos postos autorizados”, justifica o parlamentar.

A proposta determina ainda que sejam fixados placas ou cartazes em locais visíveis que possibilitem a identificação e a leitura da informação sobre a proibição pelos consumidores.

Segundo Denício, muitos estudos já constataram que a prática coloca a saúde dos profissionais com danos ao sistema nervoso central, doenças hepáticas, câncer relacionado ao sistema sanguíneo, como linfoma, leucemia, entre outras enfermidades. “Continuar o abastecimento do veículo após o acionamento da trava apenas traz riscos desnecessários de vazamento de um produto inflamável e tóxico”, conclui o vereador.