Vereador pede que gestão Iris reconstrua pit dog que foi removido do Setor Marista

Lanchonete estava no local há mais de 30 anos e remoção por irregularidade gerou revolta nos moradores da região

O vereador Paulo Magalhães (PSD) colheu assinatura de ao menos 25 parlamentares para requerimento que pede que a gestão do prefeito Iris Rezende (MDB) reconstrua o pit dog do Setor Marista que foi removido no último dia 1º fevereiro. 

“Fiquei estarrecido com essa atitude. Parece que voltamos à ditadura militar. Um lugar de família, um comerciante que já estava estabelecido no local há mais de 30 anos ser removido daquela forma. Foi um ato truculento da secretaria de Fiscalização e nós não podemos aceitar”, disse o vereador.

Segundo a  Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), o local não tinha autorização de funcionamento desde 2006. Porém, por causa da polêmica que a retirada do pit dog causou, a prefeitura decidiu suspender outras ações contra pit dogs considerados irregulares.

“As pessoas que moram ali ficaram revoltadas com essa atitude. Eu mesmo conheço o lugar e sei que é de qualidade. Espero que o prefeito volte atrás e devolva o trabalho daquelas pessoas”, arrematou o vereador.

3 respostas para “Vereador pede que gestão Iris reconstrua pit dog que foi removido do Setor Marista”

  1. Avatar ziro disse:

    Tá complicado viver no Brasil, onde as autoridades administradoras do dinheiro público, de uma das maiores cargas tributárias do planeta, ao invés de dar o exemplo de moralidade, legalidade e ética, ao contrário preferem desrespeitar as lei, como também estão cometendo ministros, desembargadores e juiz do poder judiciário que aumentam seus mega salários através dos auxílios moradia, paleto, livro, mordomias injustificáveis e etc, ultrapassando os limites impostos pela lei, desviando dinheiro da saúde, da educação, da segurança, que causa mortes e sofrimento de inocentes por falta de serviços públicos de qualidade. Se a posse do pit dog está irregular, nos termos da lei civil, cabia aos gestores da prefeitura ajuizar uma ação de reiteração de posse com pedido de liminar, em respeito aos princípios fundamentais da constituição da republica federativa do Brasil, ou seja, em respeito ao devido processo legal, da ampla defesa,do direito de regressiva, e não através do autoritarismo injustificável da truculência atacar patrimônio do trabalhador de bem.

  2. Avatar Zacharias Calil disse:

    Eu passo regularmente naquele local e fiquei horrorizado com a cena que presenciei, algumas viaturas da guarda municipal estacionadas, dando proteção para os executores. Mas o que mais me chamou a atenção foi ver a presença de um homem, em pé com um olhar fixo, triste e parecia que estava em estado de choque ,não acreditando no que estava acontecendo, a impressão que tive era que provavelmente seria o dono do estabelecimento. Outra coisa que percebi era que as instalações se encontravam com bom estado de conservação. Fica aqui também a minha indignação, não estamos na ditadura militar e essa forma de governar é uma tremenda falta de respeito com o cidadão e a população que frequenta aquele local. Agora fica aqui a minha pergunta: o que a prefeitura através da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) ganhou com essa atitude ? perderam tempo, a guarda municipal deveria estar protegendo a sociedade, e o que é pior tiveram que suspender as outras ações com essa finalidade . Verdadeiro mico em senhores gestores !!!

  3. Avatar Mota disse:

    Tem é que derrubar todos os outros que estão irregulares.
    Esse vereador é um comediante, só defende o que esta
    errado. Primeiro defendeu os lavradores dd carros nas praças da cidade, detonando o asfalto e praticando outras irregularidades.
    Pit Dog não pode ser instalado aonde bem entenderem, tem que ter planejamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.