Vereador Djalma Araújo protocola abaixo-assinado com mais 10 mil assinaturas contra aumento do IPTU/ITU

Parlamentar leva documento ao plenário na tentativa de barrar novo projeto proposto pela Prefeitura, com reajuste de 39,8%

Vereador Djalma Araújo (SD) durante coleta de assinaturas na Av. Anhanguera, no Centro da capital

Vereador Djalma Araújo (SD) durante coleta de assinaturas na Av. Anhanguera, no Centro da capital

Atualizada às 11h05

Com o encerramento da sessão desta terça-feira (9/12), sem a apreciação do PL que reajusta a Planta de Valores, o vereador Djalma Araújo (SD) deixou para protocolar nesta quarta-feira (10/12), no plenário da Câmara Municipal, o abaixo-assinado com mais de 10 mil assinaturas dos moradores goianienses que são contra a proposta de aumento do IPTU e ITU.

Inicialmente, o documento seria protocolado na manhã desta terça-feira (9/12), mas a sessão foi encerrada pelo presidente da Casa, Clécio Alves (PMDB).

O Projeto de Lei seguiria para primeira votação nesta terça, após ter sido aprovado pela Comissão de Constituição Redação e Justiça (CCJ). O reajuste previsto no documento proposto pelo Paço Municipal era inicialmente de 57,8%; no entanto, a CCJ reduziu e divulgou um novo percentual na última segunda-feira (8/12): de 39,8% em 2015 e 29,7% para 2016.

Djalma Araújo, que foi às ruas para coletar as assinaturas juntamente a outros vereadores da oposição, é um dos que se diz radicalmente contra qualquer aumento proposto.

Segundo informa a assessoria do vereador, o único reajuste legal é o que tem base na inflação, não passando de 6%. “Não faltam recursos na prefeitura de Goiânia, falta uma administração responsável”, critica o vereador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.